JK Rowling bateu todos os recordes de transfobia este ano de 2020. Foi quase que uma aula sobre como ser transfóbico nas redes e na vida. A gata foi tão longe que até atores da sua aclamada franquia de filmes se pronunciaram contra.

E para celebrar esse “prêmio” de transfóbica do ano, achamos esse vídeo paródia (infeliz mente sem legenda em português, mas super vale) em que JK Rowling tenta ensinar a escrever um livro (mas praticando transfobia).

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em uma carta aberta para o The Times no início deste ano, a mente por trás de Harry Potter desencadeou sua transfobia destilando sua opinião sobre o uso de banheiros públicos por pessoas de gênero não conformes, a justificativa era simplesmente bizarra.

O comediante Anthony Gilét diz que a paródia reflete uma “verdadeira imagem de quem JK Rowling é; uma mulher branca de classe média vacilante com zero consciência da luta diária das pessoas trans, que parece absolutamente ridícula”.