Mauro Faccio Gonçalves, é o nome do ator que dava vida ao personagem Zacarias, um dos integrantes de “Os Trapalhões“, grupo que também era formado por Renato Aragão, Dedé Santana e Mussum.

Sucesso no Brasil inteiro, a trupe de comediantes fez seu nome na comédia brasileira e deixou um legado não só na tv, como também no cinema.

Duramente muitos anos, principalmente após a morte do intérprete de Zacarias, em 1990, muito se questionou sobre a sexualidade do ator. Mesmo tendo sido casado por quinze anos, e com uma filha, Mauro foi alvo constante de especulações por seu personagem afeminado que era constantemente bombardeado com “piadas” homofóbicas no programa.

O fato de seu falecimento coincidir com a explosão da AIDS e do HIV no mundo, também contribuiu para reforçar a teoria de que Zacarias seria gay.

Porém, em entrevista ao programa Pânico da rádio Jovem Pan, Rafael Spaca, diretor de um documentário sobre “Os Trabalhões“, relevou que o ator, na verdade, era bissexual:

Eu entrevistei a Selma [ex-esposa de Zacarias], mas, antes da Selma muita gente já tinha falado, Zacarias era um cara que, na equipe, era abertamente bissexual“, contou.

Rafael Spaca entrevistou cerca de 60 pessoas que trabalharam ou eram próximas dos “Os Trapalhões” para o documentário. A produção promete ser polêmica mostrando, além da trajetória do grupo, as desavenças e brigas internas entre os integrantes.

O documentário ainda não tem previsão de lançamento.