Um vídeo que está circulando no Instagram explica como um episódio da série ‘Xena: A Princesa Guerreira’ ajudou a combater o estigma e descriminação contra pessoas que viviam com HIV/AIDS nos anos de 1990.

A publicação feita pela página ‘Diversidade Nerd’ mostra que durante o episódio 11, da segunda temporada, a série traz a heroína participando de um concurso de beleza, com o objetivo de impedir que uma guerra começasse.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Na trama, Xena conhece uma personagem chamada Miss Artiphys, interpretada por Karen Dior, que era o nome drag do ator, cantor e diretor Geoffrey Gann. O artista havia sido diagnosticado com AIDS alguns anos antes da gravação e militava pela causa.

Durante o episódio, Xena beija Artiphys. O gesto foi um ato de solidariedade e de desconstrução de preconceitos, já que o menor contato físico com pessoas que viviam com HIV/AIDS era visto como uma possível forma de contágio.

‘Xena: A Princesa Guerreira’ conta a história da heroína Xena, que busca redenção do passado que teve como guerreira de Ares, o Deus da Guerra. Ela usa as habilidades com armas e luta para ajudar as pessoas e trilhar o caminho do bem. A personagem é vista como um ícone da cultura LGBT+ e ao lado da fiel companheira de aventuras, Gabrielle, formou um dos casais mais shippados das séries.