“Deus” está de volta ao Twitter depois de ter sido suspenso pelo site por um tweet apoiando a comunidade LGBT + durante o mês do Orgulho.

O Twitter pediu desculpas ao usuário que usa o nome “Deus” por dizer que o texto do tweet continha uma “conduta odiosa”. O texto do tweet era: “Se os gays são um erro, eles são um erro que eu cometi centenas de milhões de vezes, o que prova que eu sou incompetente e não deveria ser confiável para nada”.

O Twitter suspendeu a conta, mas depois enviou um pedido de desculpas e disse que a equipe de suporte havia “cometido um erro”.

“Deus” postou o pedido de desculpas do Twitter e adicionou sua resposta, que se tornou viral. A reposta recebeu mais de 44.000 “corações” e foi compartilhada (retweet) mais de 7.000 vezes. “Não tente vir me dar beijinhos agora, Twitter. É tarde demais. Você mexeu com a projeção céu-pai-rei errada da Idade do Bronze do Oriente. Quando eu terminar com você, o MYSPACE vai rir da sua relevância. ”

A conta, que usa o identificador @TheTweetOfGod, ganhou popularidade e quase seis milhões de seguidores para seus posts tirando sarro da religiões. As respostas ao tweet que se tornou viral preferem o tema religioso, e algumas pedem que o Twitter verifique “Deus” para compensar sua suspensão.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A conta é na verdade dirigida pelo comediante David Javerbaum, que é conhecido por seu trabalho no The Daily Show com Jon Stewart. Javerbaum começou é autor do livro O Último Testamento: Uma Memória de Deus, que se tornou um espetáculo da Broadway.

Justin Bieber é a única pessoa que “Deus” segue no Twitter.