O primeiro trailer oficial da série lésbica Batwoman, estrelada por Ruby Rose, já está disponível no youtube e está gerando muita polêmica na Internet.

O vídeo lançado na página oficial da The CW no youtube tem sido bombardeado por comentários negativos, sexistas e homofóbicos. Até o momento, o trailer de Batwoman conta com mais de 4 milhões de visualizações, 76 mil comentários, sendo que 270 mil avaliações foram negativas e apenas 67 mil foram positivas. Na sessão de comentários, muitos internautas apontaram que a série estaria diminuindo Batman para enaltecer os feitos da super-heroína.

A série da The CW vem depois da estréia de Rose no evento anual de crossover da DC, que reuniu personagens de séries como Arrow, The Flash e Supergirl. Na época do lançamento Rose claramente causou impacto nos telespectadores, tanto que o The CW encomendou a série em janeiro ao diretor David Nutter (Game Of Thrones), a roteirista Caroline Dries (The Vampire Diaries) e ao produtor executivo Greg Berlanti (Love, Simon).

Um pequeno teaser de 30 segundos foi revelado no início deste mês, mas agora temos uma prévia completa de três minutos da série e mostra Rose em ação.

Mantendo-se fiel à sua representação nos quadrinhos, a identidade principal da Batwoman será uma lésbica chamada Kate Kane, o que significa que a série será a primeira série de super-heróis com um personagem principal abertamente gay, que também é interpretada por uma atriz lésbica.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A sinopse do programa descreve Kate como tendo “uma paixão por justiça social e um talento para falar o que pensa”, enquanto seu alter-ego Batwoman é um “lutador de rua altamente treinado preparado para extinguir o ressurgimento criminoso da cidade”.

Mas antes que ela possa se tornar o herói que Gotham City precisa, Kate tem seus próprios “demônios” para superar. Depois que ela foi escalada como super-heroína da DC Comics em agosto do ano passado, a ex-estrela de Orange The New Black enfrentou a reação negativa de parte do público.

Pouco antes de deletar o Twitter a atriz publicou uma mensagem: “De onde surgiu isso de ‘Ruby não é lésbica então não pode interpretar a Batwoman’? Provavelmente a coisa mais engraçada que já li – eu me assumi aos 12 anos de idade, sendo que nos últimos 5 anos tive de lidar com críticas de ‘ser gay até demais’. Como vocês viram a casaca assim? Eu não mudei”, criticou a atriz. – com alguns alegando falsamente que ela não é lésbica – e eventualmente ela deletou sua conta no Twitter por causa disso.

Assista ao trailer: