É isso mesmo! A loirinha está chegando novamente! Em sua conta no Instagram, Taylor Swift anunciou novo álbum, que será lançado amanhã. A maior artista desse ano, segundo o AMAs, contou detalhes sobre produção, momento em que compôs e ainda ressaltou que ele é o irmão caçula do “folklore”, álbum que mais vendeu em 2020, seu recente disco, que foi lançado em julho deste ano.

Taylor divulga bastidores de novo clipe, que será lançado junto ao álbum. (Divulgação / Instagram)
Taylor divulga bastidores de novo clipe, que será lançado junto ao álbum. (Divulgação / Instagram)

O disco contará com participações das bandas Haim e The National, além de mais uma colaboração com Bon Iver, a voz de “exile”, sucesso do álbum anterior, que foi indicado ao Grammy como Best Pop Duo. No geral serão 15 faixas na edição normal, porém com duas tracks extras na edição deluxe. Confira:

“Estou muito feliz em dizer que meu nono álbum de estúdio, e o álbum irmão do folklore, será lançado hoje à meia-noite. Seu nome é “evermore”. Para ser mais clara, simplesmente não conseguíamos parar de escrever músicas. Para tentar ser mais poético, parece que estávamos à beira do bosque folclórico e tínhamos uma escolha: virar e voltar ou viajar mais para dentro da floresta dessa música. Escolhemos nos aprofundar mais.” confessou, Taylor.

Swift contou que sempre trabalhou fielmente e de forma única as suas eras, mas que sentiu que com o folklore era diferente. Taylor disse que as músicas destes novos trabalhos serviram como “escapismo”, e que não conseguiu parar de fazê-las, mesmo depois de ter lançado o disco em julho, algo atípico em sua carreira.

“Nunca fiz isso antes. No passado, sempre tratei os álbuns como eras únicas e comecei a planejar a próxima depois que um álbum fosse lançado. Havia algo diferente com o folklore. Ao fazer isso, eu me senti menos como se estivesse partindo e mais como se estivesse voltando. Adorei o escapismo que encontrei nesses contos imaginários/não imaginários. Adorei a maneira como você recebeu as paisagens de sonho, as tragédias e os contos épicos de amor perdidos e encontrados em suas vidas. Então, continuei escrevendo.”

Confira depoimento completo:

“Adorei criar essas músicas com Aaron Dessner, Jack Antonoff, WB e Justin Vernon. Também demos as boas-vindas a alguns novos (e antigos) amigos em nossa mesa musical da cozinha desta vez”. A interprete de “Cardigan”, disse que as músicas foram feitas em um cômodo peculiar de sua casa.

E aí? Estão ansiosos?

Carioca, antenado e intenso. Redator do Põe na Roda e Produtor Digital da Rádio Rio de Janeiro. Amante das artes, desde as cênicas até a fotografia. Taurino com 21 anos, apreciador raiz da cultura pop e um jornalista em construção.