Em mais um close errado, demonstrando de que sua mente continua presa no século passado, onde valores machistas, misóginos e homofóbicos eram coisa normal, Sílvio Santos aprontou mais uma das suas.

Um trecho de uma edição recente de seu programa, que viralizou ontem na Internet, mostra uma competição de “Miss Infantil”, onde meninas de 6 a 10 anos de idade desfilam em traje de banho e competem pelo “melhor corpo”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Nas palavras do apresentador: “O auditório deve votar em quem tem o colo mais bonito, as pernas mais bonitas e o rosto mais bonito”, enquanto as meninas – em seus corpos infantis – se exibem pelo palco.

Curiosamente, nem Damares Alves, nem Crivella, nem Ministério Público e nem ninguém da família tradicional brasileira – justamente estes que se dizem protetores da criança e chiam a qualquer demonstração de afeto como um simples beijo entre personagens gays – se chocou com o programa que explicitamente está sexualizando crianças.

VEJA TAMBÉM:  Campeão da F1, Lewis Hamilton, se desculpa após bronca em sobrinho vestido de princesa

Sem falar em uma associação a pedofilia, colocando adultos para julgarem a beleza de corpos infantis, vale ressaltar o desserviço que é ensinar a crianças ainda em formação, valores tão prejudiciais a garotas durante a vida, como a competição estúpida desenfreada das mulheres pela mais bonita ou pelo melhor corpo. Questões estas que só geram quadros comuns de depressão, baixa autoestima, bulimia, dentre outros problemas psicológicos e físicos entre as mulheres adolescentes e adultas. Se estes valores já prejudicam as adultas, que dirá crianças com a mente ainda em formação…

Assista ao vídeo abaixo e julgue você mesmo:

Na Internet, o assunto esteve entre os mais comentados de ontem. “Silvio Santos contribuiu muito para a televisão brasileira, mas já passou seu tempo. Inaceitável, em pleno 2019, sexualizar corpos infantis e femininos dessa forma”, disse um usuário do Twitter resumindo bem o pensamento de vários sensatos que também consideraram absurdo o quadro.

VEJA TAMBÉM:  Antonia Fontenelle diz que vai criminalizar gays que a criticam; assista

Agora… Não tinha ninguém sensato nessa produção pra dizer: “Gente, colocar crianças pra exibirem seus corpos com adultos votando, não é legal não, viu!”?

Curiosamente, nenhum dos defensores das crianças e da família tradicional e nem o Ministério Público, se incomodou com o quadro que foi ao ar meses atrás em TV aberta com a família tradicional assistindo no conforto do seu lar.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).