Fãs de Harry Potter que assistiram ao longa protagonizado por Daniel Radcliffe, que viveu o menino bruxo em todos os filmes da saga, o viram de um modo bem diferente do que em Hogwarts.

Em “Kill Your Darlings” (“Versos de um crime”), um filme baseado em fatos reais, o ator faz o papel de Allen Ginsberg, um estudante que se apaixona pelo colega de Universidade, Lucien Carr (dane DeHaan). Se você ainda não viu, fica a dica!

Se foi difícil interpretar um jovem gay apaixonado? Daniel disse em entrevista ao Flaunt que não: 
“Não tem diferença de interpretar qualquer um que se apaixone só porque é gay. As pessoas tem atitudes diferentes, mas não por gênero ou sexualidade. Se teve uma diferença, claramente foi na cena de sexo.”, disse ele.

Daniel Radcliffe em ‘Kill Your Darlings’

E como foi essa cena então?

“O diretor foi me dizendo a cada cena exatamente o que eu deveria transmitir. Basicamente, o sexo gay na primeira vez pode ser dolorido.”, contou o ator.


Assista também:


O diretor e roteirista do longa, John Krokidas, disse que queria ver retratado em um filme, uma primeira vez gay de maneira autêntica, de maneira que nunca viu:

“Ele queria que parecesse uma perda da virgindade de verdade”, contou o ator sobre o filme que a gente já tá doido pra ver.

“O mais legal do filme nem é fazer um papel de um personagem já famoso na sociedade. É mais a sua história de tentar se encontrar, descobrir quem você é. Normalmente é uma jornada árdua que envolve alegria, tristeza, desilusões. Foi o que me atraiu a história.

Assista ao trailer:

Allen Ginsberg foi um escritor e poeta norte-americano, rebelde e gay, que nasceu em 1926, falecido em 1997. Sua escrita oscilava entre o mantra e o sexo explícito, o sagrado e o profano, o espiritual e o material. Transitava entre dois mundos: o da marginalidade e o da cultura erudita. A utopia de Ginsberg era a de uma sociedade harmoniosa, onde coubessem os loucos e, por afinidade, todas as modalidades de contextos estranhos.

‘Kill Your Darlings’, ou ‘Versos de um Crime’ foi lançado em 2013. Você pode achar na Internet ou serviços de streaming.

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).