Participante da 10ª edição do BBB, Serginho Orgastic relembrou sua passagem extremamente memorável pelo programa. De acordo com o Gshow e a coluna Ana Maria, o participante legou que, naquela época precisou deixar seu visual “mais leve” para poder participar do programa.

Conhecido por possuir um estilo bastante excêntrico e longe de tabus, Serginho alegou ter precisado deixar de lado um pouco de sua identidade visual para ingressar no programa.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
BBB: Serginho relembra trajetória
BBB: Serginho relembra trajetória (Foto: Reprodução/Instagram)

“Nunca contei isso para ninguém. Naquela época mandei cortar o cabelo e deixei meu estilo mais leve porque queria mostrar no programa a minha essência e não o meu visual. Eram tempos muito retrógrados e as pessoas não enxergavam direito quem se maquiava. Hoje meu visual é mais ambíguo e andrógeno”, contou o paulistano.

Posteriormente, ele conta que na época e até hoje em dia recebe muitas mensagens de pessoas LGBTQI+ que foram aceitas em casa após sua participação no BBB.

“Pais, mães, avós… Muitos me escrevem dizendo que aceitaram seus filhos a partir do que eu exibi no programa. Eu passei respeito e mostrei que o que importa não é a sexualidade das pessoas, mas, sim, o caráter delas. Muitos do movimento LGBTQi+ se inspiraram em mim e descobriram que podem, sim, usar um shortinho, um salto alto e se maquiar”

Finalizando, Orgastic comentou sobre o jogo e estratégia, alegando que se fosse nos dias de hoje, focaria muito mais.