O cantor pop MNEK – sucesso atual no Reino Unido – falou em entrevista recente sobre o desafio que é ser um popstar negro e gay em uma indústria onde a maioria é exatamente o oposto.

O rapaz de 24 anos, que lançou recentemente o álbum Idioma, falou que espera que sua visibilidade ajude outros jovens, não apenas negros ou gays, mas asiáticos e qualquer outra minoria: “São pessoas que raramente vêem suas vidas refletidas na música mainstream”, disse.

Nascido em Londres, MNEK fez seu nome ao escrever e produzir músicas para Beyoncé, Madonna e Kilye Minogue. Ainda adolescente, ele já era responsável por hits top5 no Reino Unido.

O popstar falou da dificuldade em se estabelecer no mercado pop, e não R&B ou rap onde a presença de negros é mais comum e aceita: “Eu também amo R&B. Mas eu não acho que eu faço música de R&B. Eu faço música pop. Eu faço músicas que são bem comerciais.”

E continuou: “Mas, ao mesmo tempo, sou uma minoria dentro de uma minoria e isso é desafiador. Me sinto validado sobre o que estou fazendo quando encontro homens gays negros ou mulheres gays negras.”

O cantor ainda lembrou da dificuldade maior em se obter um relacionamento quando se é negro: “Eles dizem que é bom ter alguém com quem possam se relacionar. É literalmente tudo o que eu queria. Eu só queria alguém que se parecesse comigo na TV, sabe? Uma pessoa válida e bem-sucedida que está vivendo sua melhor vida.” (continua abaixo)


Assista também:


Veja também:

E mais importante que a sua própria presença no mercado mainstream, é que isso abra portas a outros artistas, como MNEK fez questão de lembrar: “Eu não quero ser a última pessoa a fazer o que estou fazendo.”

Conheça abaixo um pouco do trabalho de MNEK:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).