Sair do armário nem sempre é uma decisão fácil. Imagine então se assumir quando se é uma figura pública em um país com uma das maiores taxas de homicídio por homofobia. Talvez tenha sido por isso que o ator Hugo Bonemer tenha “escondido” por algum tempo sua sexualidade.

Em entrevista à revista Híbrida, o ator contou um pouco sobre seu processo de aceitação e entendimento da própria sexualidade:

Fazer terapia e me investigar me ajudou a entender que eu achava que lutava contra os outros, mas era contra mim mesmo. Sempre soube que nasci gay. Só me disseram que era algo ruim e eu decidi que precisava mentir“, disse ele.

O artista, que reatou com o namorado Conrado Helt a pouco tempo e já fez diversos trabalhos nos palcos e na tv, também foi questionado se o fato de se assumir gay afetou suas oportunidades de trabalho:

Não sei avaliar ainda. Continuei trabalhando em coisas para as quais já tinha sido contratado. Não acredito que alguém vá assumir que deixou de me contratar por esse motivo, todo mundo sabe que seria um crime se dissesse“, pontuou.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Hugo Bonemer também deu sua opinião sobre a lei que criminaliza o homofobia e como ela pode contribuir para a comunidade LGBTQ+:

Fazer com que a sociedade entenda que ela comete um crime estrutural contra LGBTs através da legislação é um passo muito importante para a saúde mental de quem nasce LGBT+. O homem tem a mesma quantidade de costelas que a mulher, a terra é uma esfera e a ciência moderna aponta a sexualidade como definida antes do nascimento, por motivos biológicos e genéticos. Vamos deixar a espiritualidade cumprir seu papel de nos trazer o pertencimento do todo e a proteção de Deus, e deixar que as pessoa sejam felizes como nasceram?“, concluiu ele.