As máscaras começaram a cair no BBB21 e agora foi a vez de Sarah, que durante a última madrugada (04) confessou gostar do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A sister conversava com João Luiz, Gil, Fiuk, Thaís e Viih Tube sobre factoides fora da casa quando cogitou que poderia ter acontecido algum impeachment: “Impeachment de algum presidente, de algum país? Não do nosso, eu gosto dele!”.

Não demorou para que a web fosse abaixo com essa afirmação de Sarah que acabou por perder pelo menos, até o momento dessa publicação, 200 mil seguidores no Instagram, levando sua equipe a publicar um pronunciamento que diz que “gostar é diferente de apoiar ou votar (hum-rum, sabemos).

Política e BBB sempre estiveram misturados e a orientação política dos participantes é motivo de discussão e determinante para sua permanência na casa, já que podemos entender como alguém que apoia Bolsonaro, é alguém que não apoia causas minoritárias e não demorou para surgir a hashtag #ForaSarah que ficou nos trends do Twitter.

Em nota ao Portal O Dia, a assessoria diz que: “Assim como o Lucas foi cancelado dentro da casa pela maioria dos participantes, por conta de alguns de seus comportamentos que não o definem como ser humano, o mesmo está acontecendo agora com a Sarah. Muitos telespectadores estão cancelando a participante do programa pelo fato dela simpatizar ou não com alguém. Vale destacar que simpatizar e apoiar são palavras com significados distintos. Quanto a tudo isso, só podemos lamentar sobre a cultura do cancelamento e refletir como temos muito a melhorar como sociedade”.

 

Em conversa com os brothers, Sarah mostrou que sabia que seu posicionamento poderia causar sua saída da casa (ou seja, bolsomínion consciente), disse ela: “Não vou falar isso em rede nacional, porque eu vou ganhar votos e pode me tirar da casa…”, sorry, amada, você já falou!