RuPaul conquistou sua 5ª vitória consecutiva por seu trabalho apresentando Drag Race no Creative Arts Emmys, que rolou de maneira virtual no último sábado (29).

Ao receber a o prêmio, o apresentador de RuPaul’s Drag Race chamou a atenção pela mensagem política que compartilhou: “Esta noite, a única declaração política que quero fazer é esta: ame”, disse. “Amor pelos nossos irmãos e irmãs LGBT, amor pelas drag queens pretas e pardas e amor pelos Estados Unidos da América.”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

RuPaul, que ao mesmo tempo quebrava o recorde de mais vitórias na categoria melhor apresentador do Emmy, continuou seu discurso militante lembrando a importância do voto este ano nos Estados Unidos: “Chegou a hora de vocês votarem por suas vidas”, fazendo um trocadilho com seu bordão “É hora de fazer o lypsync pela sua vida!”.

O sucesso do RuPaul no Emmy também veio logo depois da perda da ex-competidora Chi Chi DeVayne. A drag queen, cujo nome verdadeiro era Zavion Davenport, faleceu de pneumonia em agosto. RuPaul fez questão de lembrá-la e dedicar o prêmio a Chi Chi DeVayne.

VEJA TAMBÉM:  Hollywood, Queer Eye, RuPaul e mais... saiba quais produções LGBTs concorrem ao Emmy 2020!

“Gostaria de dedicar este Emmy a uma das minhas meninas, Chi Chi DeVayne. Que você descanse em poder e perfeição”, disse Mama Ru. Assista ao momento abaixo:

RuPaul venceu os outros indicados Nailed It’s Nicole Byer, Making It’s Amy Poehler, NIck Offerman, Top Chef’s Padma Lakshmi e Tom Colicchio. Do Queer Eye, Karamo Brown, Antoni Porowski, Tan France, Bobby Berk e Jonathan Van Ness também estavam indicados na mesma categoria, além de Daymond John do Shark Tank, Barbara Corcoran, Mark Cuban, Lori Greiner, Kevin O’Leary e Robert Herjavec.

RuPaul’s Drag Race ganhou prêmios também nas categorias Melhor Elenco, Melhor Edição, Melhor Penteado Contemporâneo e Melhor Maquiagem.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).