Surgiram nas redes sociais várias teorias sobre uma bissexualidade do Bucky Barnes, o Soldado Invernal, na série ‘Falcão e Soldado Invernal’. 

Durante entrevista ao NME, o roteirista da série, Malcolm Spellman, foi questionado sobre a possível bissexual de Bucky e resolveu nem confirmar ou descartar a hipótese, apenas: “Eu não quero entrar em teorias, mas apenas continuem assistindo”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Os boatos começaram com uma piada do herói durante o primeiro episódio, em que comentou não aguentar mais ver fotos de tigres no aplicativo de encontro Tinder, o que, de acordo com os fãs, seria uma pista que Bucky usaria o Tinder bissexual, já que os perfis com fotos de tigres geralmente pertencem aos homens. Outro indício observado pelos telespectadores é uma cena no segundo episódio, em que Bucky e Sam ficam se encarando e rolam em um campo cheio de flores.

Apesar dos rumores serem recentes, Bucky já era shippado como possível par para o Capitão América, desde o primeiro filme de Steve Rogers. Os dois têm até shipp, chamado de ‘Stucky’.  

A Disney e Marvel vão (finalmente) colocar um personagem LGBT+ com protagonismo nas produções ou será apenas mais uma estratégia de queerbaiting (quando a obra coloca vários indícios ou pistas da sexualidade de um personagem, mas nunca confirma que é do vale, ou quando produtores e autores afirma que um personagem é LGBT+ sem nunca ter mencionado o fato ao longo das obras)? A gente torce para que sim, mas nos resta continuar acompanhando a série, que vai ter seis episódios, lançados nas sextas-feiras.