E não é que ressuscitou mesmo?

Todo Dia“, primeiro sucesso de Pabllo Vittar, foi retirada das plataformas digitais após Rico Dalasam, participante vocal e também da composição da música, entrou com uma ação judicial. 

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

De férias, Anitta dança música de Pabllo Vittar e revela conversa com a drag

O cantor alegou que não era remunerado como vocalista da canção. Mas Gorky, produtor do single do álbum “Vai Passar Mal“, disse que Rico havia concordado de abrir mão de seus direitos como intérprete para que tivesse 100% dos direitos autorais da música, mesmo ele não a fazendo sozinho.

As partes não chegaram em acordo e “Todo Dia” foi retirada das plataformas digitais em julho de 2017. Porém, isso deve mudar muito em breve.

Mônica Bergamo, colunista da Folha de São Paulo, revelou que Rico Dalasam e os produtores Rodrigo Gorky e Arthur Gomes finalmente entraram em acordo sobre os direitos autorais da faixa. Felipe Caon, advogado do cantor, disse que agora os três receberão igualmente os lucros pelos direitos da música, tanto como autores, quanto como intérpretes.

VEJA TAMBÉM:  Pabllo Vittar e Madonna vão cantar no mesmo festival LGBT

 

 
Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.