A cerimônia de premiação do Globo de Ouro, que aconteceu ontem (6) na Califórnia, reconheceu um número sem precedentes de filmes, séries de TV e atores LGBTI.

A cinebiografia do cantor Freddie Mercury, Bohemian Rhapsody, levou pra casa o prêmio de Melhor Filme e Melhor Ator, dado a Rami Malek.

Assista abaixo ao agradecimento do ator intérprete do cantor Freddie Mercury no cinema:

Enquanto isso, Olivia Coleman, que interpreta a rainha Anne quando ela corteja duas mulheres no longa The Favorite, foi celebrada Melhor Atriz.

O ator gay Ben Whishaw também levou para casa um prêmio como Melhor Ator Coadjuvante em série em A Very English Scandal.



Assista também:



Além disso, o júri do Globo de Ouro reconheceu as produções com temas LGBTI: Green Book, American Crime Story e Killing Eve.

A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood nomeou O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story a melhor série limitada ou filme feito para TV.

O produtor Brad Simpson prestou homenagem à estilista Versace por ser gay quando muitos permaneceram no armário. Ele disse que o designer foi um exemplo em uma época em que a comunidade LGBTI estava sob ataque.

“Como seres humanos, devemos resistir na rua, resistir às urnas e demonstrar amor e empatia em nossas vidas”, disse Simpson.

Darren Criss, que interpreta um serial killer abertamente gay no show, ganhou o prêmio de melhor ator em uma série limitada ou filme feito para o prêmio de TV na série que também traz o cantor Ricky Martin em um dos papéis principais.

Killing Eve, drama lésbico, levou a estatueta de melhor atriz para Sandra Oh. A obra também levou o prêmio de Melhor Série de TV.

Bissexual, a cantora Lady Gaga e Mark Ronson ganharam prêmio de melhor canção original pela música Shallow do filme A Star is Born. Veja abaixo sua entrevista no Backstage:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).