Estreou na última quinta-feira (8), no Rio de Janeiro, o espetáculo “Mais Preta que Nunca“.
Funcionando como uma espécie de “Stand up comedy musical“, Preta Gil revisita sua vida e carreira e ainda canta seus maiores sucessos no palco.

Entre muita música e revelações, Preta contou que sua primeira experiência com outra mulher foi com Amora Mautner, diretora de séries e novelas da TV Globo:

Eu e Amora éramos amigas e estudávamos na mesma sala. Até que um dia brigamos e ficamos um tempo sem nos falar. Depois de uns três dias, cheguei pra ela e disse que tinha perdido a virgindade. Era mentira, mas foi a forma que encontrei pra me reaproximar dela. Ficamos de papo no fundo da sala e ouvimos a professora dizer que homossexualidade tinha cura. Na mesma hora, eu e ela levantamos e demos um beijo de língua“, disse ela.

A cantora ainda completou dizendo: “Eu rasgava minhas roupas para virar Mulher-Maravilha como ela fazia. Aí minha mãe resolveu fazer roupas com velcro para que eu pudesse tirar sem rasgar. Foi a primeira vez que colei velcro na vida“.

Mais Preta que Nunca“, teve duas sessões no Rio de Janeiro e foi dirigido por Otávio Muller, ator e pai de Francisco, filho de Preta.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O espetáculo deve retornar ao Rio em dezembro.