Em um momento sincero e muito emocionante, a drag queen Pabllo Vittar levou muitos LGBTs às lágrimas junto com ela ao relatar sobre os episódios de agressões homofóbicas verbais e físicas que sofreu na infância na escola.

“Era 5ª série. Troquei de escola achando que na nova faria vários amigos novos. No primeiro dia me bateram e foi horroroso porque eu não tinha a quem recorrer. Os professores não faziam nada, os diretores não faziam nada”.

Assista abaixo:

“Eu lembro de ter chegado em casa muito triste falando: ‘Mãe, não quero ir pra escola mais!”, disse Pabllo, ao que sua mãe teve o melhor conselho ao filho: “Pabllo você vai pra escola sim porque a sua vida inteira vai ser desse jeito. Se você se esconder, vai ser pior!”

Vale lembrar que Pabllo já fez até uma música sobre a situação e que retrata no videoclipe da mesma. Se trata do single “Indestrutível”. Veja abaixo:

.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).