O Oscar anunciou um novo padrão de representação e inclusão para filmes na disputa pela cobiçada categoria de Melhor Filme. Como parte da iniciativa Academy Aperture 2025, o novo movimento histórico foi introduzido para refletir melhor a diversidade dos espectadores e encorajar a inclusão entre gênero, orientação sexual, raça, etnia e diversidade.

Segundo o Gay Star News, com a ajuda da Producers Guild of America (PGA), a academia que gerencia o Oscar estabeleceu quatro categorias de representação: representação na tela, temas e narrativas; liderança criativa e equipe de projeto; acesso e oportunidades da indústria; e desenvolvimento de público.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Para serem considerados para Melhor Filmena premiação do Oscar, os filmes terão que atender a dois dos quatro novos padrões, todos com subcategorias detalhadas. Para a categoria de representação na tela, os filmes devem ter um personagem principal ou coadjuvante significativo de um grupo racial ou étnico sub-representado, enquanto pelo menos 30% dos personagens secundários devem ser de dois grupos sub-representados – isso inclui mulheres, pessoas de cor, pessoas LGBTQ + ou pessoas com deficiência.

VEJA TAMBÉM:  OSCAR DE NOVO? Lady Gaga estrelará filme ao lado de Brad Pitt

Para atender à categoria de liderança criativa e equipe de projeto, um filme deve ter pelo menos dois cargos de liderança ou chefes de departamento de grupos sub-representados e um deve ser de um grupo racial ou étnico sub-representado. Seis outros membros da tripulação também devem ser de grupos raciais ou étnicos sub-representados, e pelo menos 30% de grupos sub-representados.

“A abertura deve ser ampliada para refletir nossa população global diversificada, tanto na criação de filmes quanto no público que se conecta a eles. A Academia está empenhada em desempenhar um papel vital em ajudar a tornar isso uma realidade”, disse o presidente da Academia, David Rubin, e a CEO da Academia, Dawn Hudson. “Acreditamos que esses padrões de inclusão serão um catalisador para uma mudança essencial e duradoura em nosso setor”.

A terceira categoria de Melhor Filme para o Oscar, acesso à indústria e oportunidades, detalha a necessidade de estágios remunerados, oportunidades de aprendizagem e treinamento para trabalhadores “abaixo da linha”. O quarto, desenvolvimento de público, aborda representação diversa em marketing, publicidade e distribuição.

VEJA TAMBÉM:  Apresentador do Oscar 2019,Kevin Hart já chamou gays de “bichas” e zombou de lésbicas

A nova iniciativa não afetará a próxima 93ª edição do Oscar. No entanto, houve algumas mudanças. A cerimônia foi adiada para 25 de abril de 2021, devido ao impacto da pandemia do coronavírus na indústria cinematográfica, e os filmes que estrearam em serviços de streaming agora são elegíveis para Melhor Filme.