Uma iniciativa do blog Papo de Homem e do Instituto PdH, com apoio de Natura Homem e da Reserva, possibilitou a realização de um novo documentário pioneiro brasileiro cujo foco é mostrar como a masculinidade é algo que pode ser tóxico e prejudicial ao próprio homem na sociedade.

Tendo ouvido mais de 40 mil pessoas sobre o assunto, a obra se aprofunda no estudo sobre masculinidades, observando como o assunto está na raiz de vários problemas que homens não apenas causam, mas principalmente sofrem no mundo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Violência doméstica, ausência de mulheres em posições de poder na política e economia, assédio, altíssimas taxas de suicídio, homicídio, mortes no trabalho e encarceramento entre os próprios homens… a lista é longa e vale a reflexão extremamente necessária nos dias de hoje.

“O silêncio observado entre os homens não é uma grande conspiração masculina, é como fomos criados. A maioria de nós foi treinado para sufocar o que sente, aguentar o tranco e peitar a vida, como machos”, diz o release da obra que entrevista homens de diferentes idades, classes sociais e vivências.

VEJA TAMBÉM:  Hétero passa horas construindo “castelo arco-íris” no Minecraft pra amigo gay rejeitado pelos pais

Publicado no Youtube, o longa já foi visto por mais de 400 mi pessoas em menos de 1 mês de exibição.

Assista abaixo na íntegra:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).