“Eu queria que as pessoas refletissem através do incômodo”, é assim que a artista visual e poetisa Lucyfer Lazuli começa seu depoimento no novo episódios de “Sobre Vivência”, que vai ao ar amanhã na Plataforma Gente. Ao lado de Guigo, um dos integrantes da chyper “Quebrada Queer”, a dupla vai falar sobre a letra Q, que representa Queer e, segundo o MC, “é um termo guarda-chuva, que abraça muita gente”.

Além de explicarem o termo, os entrevistados ainda vão contar experiências próprias e debater como suas atitudes podem interferir na sociedade quando o assunto é aceitação. Para Guigo, suas vivências são relacionadas ao rap e ele concorda com a dificuldade de estar presente em espaços comuns a outros músicos. “Normalmente o que o mercado pede dos artistas são números, e nós temos. Muitas vezes temos esses dados mais altos do que aqueles que estão nos line ups de festivais, por exemplo, mas não conseguimos atravessar a barreira e marcar presença no meio.”, explica.

Guigo, veio do rock e se interessou pela arte de drag queen

“Quando você tenta explicar demais quem você é, parece que você está se jogando mais para dentro desse padrão que as pessoas querem que você seja. E aquilo me incomodava muito. Chegou um momento em que eu falei: me chamem do que vocês quiserem, como eu me entendo é o que importa no fim das contas, se sentir bem é a palavra. Está tudo bem, não importa como as pessoas vão te identificar, o que importa é como você se identifica”, conclui Guigo.

Produzida pela plataforma, a série homenageia o mês do Orgulho LGBTQIA+ e promove a discussão sobre temas que envolvem minorias políticas de poder. Durante oito episódios, os entrevistados vão montar um glossário a partir das próprias experiências para explicar cada uma das letras da sigla e falar sobre as vivências de ser um LGBT no Brasil.

Para assistir basta acessar o site http://gente.globosat.com.br/sobre-vivencia/. “Sobre Vivência” é baseada no estudo “Respeito às Diferenças”, lançado em 2018 pela Plataforma Gente, que mostra que o Brasil é o país que mais mata pessoas LGBT, ao mesmo tempo que abriga uma das maiores paradas LGBT do mundo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Confira abaixo o cronograma completo:
10/06 – L (Lésbicas): Barbara Gância, Lan Lanh e Niázia Ferreira;
12/06 – G (Gays): Caio Braz, Victor diCastro e Alex Lemos
14/06 – B (Bissexual): Luedji Luna e Luci Gonçalves;
17/06 – T (Transgênero e Travesti): Pepita e Jonas Maria;
19/06 – Q (Queer): Guigo e Lucyfer Lazuli;
21/06 – I (Intersexo): Dionne Freitas e Amiel Vieira;
24/06 – A (Assexual): Tom Lucena e Walter Mastelaro;
26/06 – A (Aliado): André Rizek e representantes da ONG Mães Pela Diversidade