O que pode acontecer de pior quando sua novela se propõe a discutir racismo e a equipe de roteiristas é composta inteiramente por brancos?

A chance de um equívoco é grande, né. E foi justamente isso que aconteceu na novela infantil Polyana do SBT. Um trecho do capítulo que foi ao ar no último dia 8 de Agosto viralizou na Internet e foi justamente problematizado.

Na cena, a personagem Késsya (Duda Pimenta) diz para a coordenadora Helô (Elina de Souza) que foi acusada injustamente de roubar uma estátua da escola, e que isso só ocorreu porque ela é negra.

Helô e diz que a desconfiança seria a mesma com qualquer outro aluno, mesmo branco. Em seguida a atriz negra dispara algo que negro algum diria na vida real: “Aqui as coisas não funcionam assim. Késsya, sabe qual é um dos maiores culpados pelo preconceito?”, questiona Helô, ao que a menina responde: “Os racistas”.

Até aqui até que estaria tudo certo se a menina estivesse com a razão. Não foi o que disse o capítulo em questão.

A coordenadora então rebate: “Não. A nossa cabeça. E para que os outros parem de ver a nós negros como diferentes, nós precisamos parar de nos ver como diferentes. Você ainda vai ter tempo para pensar sobre isso. Mas não se esqueça que para tudo mudar, a mudança precisa começar primeiro dentro da gente. Se você quer que os outros te vejam como igual, se veja como igual”, e a menina concorda.

Assista e tire suas conclusões no vídeo abaixo:

Procurado, o SBT negou racismo na obra. O que você acha? Comenta aqui abaixo!

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).