O Tinder acaba de liberar na Índia uma versão atualizada de seu aplicativo onde o usuário terá 23 opções de gênero para se identificar na hora de preencher seu perfil e dizer também qual (ou quais) busca.

Esta não é a primeira vez que isso acontece. No Reino Unido, Estados Unidos e Canadá, por exemplo, o Tinder traz nada menos que 37 opções de gênero.

As mudanças foram implementadas agora na Índia por solicitações de muitas pessoas trans, não binárias, hijra e kothi (entenda abaixo), segundo informou a empresa.

“A partir de agora, você pode se expressar livremente e ser você mesmo no Tinder não importa como se identifique”, escreveu o Tinder no comunicado de lançamento.

Na nova versão da plataforma, além de masculino e feminino, há uma nova opção “mais” onde aparecem as novas opções. Confira a lista completa:

  1. Agênero: Alguém que não se identifica com nenhum gênero.
  2. Andrógino: Um gênero cuja aparência mistura aspectos femininos e masculinos.
  3. Bigênero: Alguém que vive em dois gêneros, simultâneamente ou um de cada vez.
  4. Gênero Fluido: Uma pessoa que recusa o binarismo masculino/feminino. Pode se sentir mais homem um dia, mais mulher no outro, ou mesmo nenhum dos dois outros dias.
  5. Gênero não-conforme: a pessoa não considera que se encaixa nas regras típicas de masculino ou feminino.
  6. Gender questioning: Uma pessoa que ainda está em busca de sua identidade, a explorando.
  7. Genderqueer: Um genderqueer pode, por exemplo, expressar uma combinação de masculino e feminino, ou nenhuma. É difernete do gênero fluido, uma vez que a pessoa não costuma trocar seu gênero de acordo com o dia.
  8. Não-binário: uma pessoa que rejeita o binarismo homem/mulher. Seu gênero pode ser uma combinação de ambos ou nenhum.
  9. FTM (Female to Male): Uma pessoa que nasceu do sexo biológico feminino mas transicionou ao masculino.
  10. MTF (Male to Female): Uma pessoa que nasceu do sexo biológico masculino e transicionou ao feminino.
  11. Outros: pessoas cujo gênero que se identifica não está listado em nenhuma categoria disponível.
  12. Pangênero: Alguém que se identifica tendo múltiplos gêneros ou todos.
  13. Trans: Transgênero é um guarda-chuva que abriga todas as transições de gênero. Uma categoria que engloba travestis, mulheres trans, homens trans, etc.
  14. Homem Trans: Uma pessoa que nasceu do sexo biológico feminino mas se identifica como homem.
  15. Pessoa trans: Uma pessoa que se identifica no gênero oposto ao que foi designado ao nascer conforme seu sexo biológico.
  16. Mulher Trans: Nasceu do sexo biológico masculino mas se identifica como mulher.
  17. Transfeminino: Um termo que identifica pessoas que nasceram do sexo biológico masculino, que podem ter maior identificação e características correspondentes ao  feminino, mas não se identificam como mulheres trans.
  18. Transgênero: Uma pessoa cujo gênero ao nascer foi designado o oposto do sexo biológico.
  19. Transmasculino: Nasceu biologicamente do sexo feminino, só que a identificação e características são masculinas ainda que não se identifique como homem trans.
  20. Transexual: uma pessoa que transicionou de seu gênero designado ao nascer.
  21. Intersexo: Pessoas que nasceram com ambos os sexos biológicos.
  22. Hijra: No caso da Índia, uma identidade cultural da comunidade que se refere a pessoa que nasceu do sexo masculino biologicamente, mas se identifica como Hijra, uma das hierarquias da complexa cultura indiana.
  23. Kothi: Também usado no caso da Índia. Termo usado para o afeminado (segundo a cultura deles!) em uma relação entre dois homens. Costuma ser o passivo na relação de ambos, mas isso também não é regra.
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).