Apesar de ser um cantor de sucesso consagrado, Adam Lambert revelou em entrevista à revista Variety, na última semana, que já sentiu de perto a LGBTfobia existente no cenário musical.

Segundo ele, houve melhora, entretanto, ainda há muito preconceito no show business. “O cenário melhorou, mas eu não posso fazer uma declaração geral de que o preconceito não acontece mais”, afirmou.

Para finalizar, o astro ainda diz acreditar que, infelizmente, a homofobia sempre existirá na cena musical. “Sempre haverá tons de homofobia – algumas vezes homofobia internalizada que eu encontrei em outras pessoas gays na indústria. Eles podem achar que eu sou ‘muito gay’”, concluiu.