Pink é conhecida por suas performances surpreendentes nas premiações, se pendurando em cabos e fazendo acrobacias no palco ou flutuando no ar em algum tipo de tecido elástico. Então, o que ela fez para se destacar no 60º Grammy Awards na noite deste domingo (28 de janeiro)?

Pink entrou no palco para cantar “Wild Hearts Can not Broken”, do seu álbum Beautiful Trauma,  vestindo uma camiseta branca, calça jeans e com os pés descalços. E ao invés de vários dançarinos para se juntar a ela no palco, ela cantou acompanhada por um intérprete de *ASL (American Sign Language) também vestido de branco e jeans.

Os vocais poderosos de Pink ocuparam o lugar central de sua apresentação, ao executar notas incrivelmente altas durante a música. No final da música, Pink cantou usando a linguagem de sinais junto com a intérprete.

Veja o vídeo:


Veja também:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).