Há quase uma década, Lady Gaga surpreendia a todos lançando “Born This Way” como single oficial do seu terceiro álbum. A canção foi escrita pela própria cantora em parceria com Jeppe Laursen e produzida por Fernando Garibay e DJ White Shadow.

A faixa foi escrita durante a turnê “Monster Ball”, que lançou a artista para o mundo da música. O carro-chefe do disco foi inspirado nas músicas dos anos 90 e retrata a vida da comunidade LGBTQIA+.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O refrão foi cantando pela primeira vez após Gaga receber o prêmio de “Clipe do Ano”, por “Bad Romance” no VMA de 2010.

A canção atingiu o número 1 da Billboard Hot 100, passou 6 semanas no topo e vendeu mais de 4 milhões de cópias só nos Estados Unidos, se tornando o single mais rápido a ser vendido no iTunes.

A Mother Monster ainda quebrou barreiras ao cantar o verso “Não importa se você é gay, hétero ou bi, lésbica, transexual. Estou no caminho certo, querido. Eu nasci para sobreviver”, durante sua performance no Super Bowl em 2017 para uma nação completamente machista, homofóbica e conservadora.

VEJA TAMBÉM:  Zeca Camargo pira com Lady Gaga notando seu vídeo reagindo a 911

O videoclipe foi lançado em 27 de Fevereiro de 2011 e teve a direção de Nick Knight.

Com a música, a cantora e sua mãe decidiram abrir a”Born This Way Foundation”, a fundação que visa ajuda pessoas da comunidade LGBTQIA+, mas que não só limita a isso. Quase 10 anos após o lançamento do single, a artista ainda segue visando espalhar a bondade no mundo.

Nos últimos shows do “Enigma”, sua nova turnê, Gaga tem trocado o grito de “Joanne”, por “Be Kind”.