Quando se pensa em cena musical LGBT brasileira, alguns nomes vem facilmente na nossa mente: Pabllo Vittar, Gloria Groove, Linn da Quebrada, Liniker… Talentos existem de sobra e felizmente hoje (enfim!) há todo um mercado de artistas abertamente gays, lésbicas, bissexuais, trans, não-bináries (e por aí vai…) em constante crescimento e evolução.

Mas nem sempre é tão fácil ou glamuroso quanto parece! Pra muitos artistas, mesmo sendo extremamente talentosos e tendo lançados trabalhos de muita qualidade, falta oportunidade e reconhecimento.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Foi com estas palavras que Davi Sabbag, ex-integrante da Banda Uó e atualmente em carreira solo, desabafou quando um fã mandou a seguinte mensagem no Twitter: “Vocês precisam muito dar valor ao som do Davi Sabbag. Esse cara entrega tudo que o pop brasileiro precisa!”.

Foi aí que Davi respondeu: “O que mais pega da falta de reconhecimento é não ter condições de executar as ideias como estão na minha cabeça. Daí alguém com dinheiro vai lá e faz. A crítica engessada e a falta de espaço na mídia para artistas do limbo também são fatores extenuantes.”

Adiante ele explicou o que quis dizer com “artistas do limbo”: “Artistas que ficam num limbo musical por serem muito pop pro alternativo e muito alternativo pro pop”, uma descrição bem própria para o som de Davi realmente. “Lugar esse que é comtemplado em outros países mas no Brasil ainda em lenta ascensão”, explicou o cantor.

VEJA TAMBÉM:  Todo bruxão sexy, Davi lança o clipe de "Ritual"; assista

Nos comentários, muitos seguidores apoiaram o cantor: “Eu já falei várias vezes e eu divulgo pra geral, seu trabalho é impecável e RITUAL é gigante! Entendo sua indignação e sei que é valida. Eu sempre farei o que puder pra ajudar o seu trabalho a ter mais visibilidade, você é sensacional!”, disse um.

Capa do EP Ritual, de Davi Sabbag. (Foto: Divulgação)
Capa do EP Ritual, de Davi Sabbag. (Foto: Divulgação)

Já um outro internauta perguntou: “Já passou pela sua cabeça em criar algo mais palatável pra esse povo, pra você conseguir segurar suas musicas mais autorais?”, ao que ele respondeu: “Em vários momentos da carreira.. mas o buraco é mais embaixo. ‘Não faz diferença’ é bem palatável, se tivesse investimento nas mídias poderia explodir!”

E de fato, alguém aí já ouviu a música de Davi Sabbag com Urias, “Não Faz Diferença”? É deliciosa! Ouve só:

E aproveitando a deixa, e pra enaltecer mesmo talentos LGBTs da música que merecem mais reconhecimento, conheça abaixo outros trabalhos de Davi Sabbag (e aproveite pra seguir no Spotify!), como o mesmo diz: muito pop pro alternativo e muito alternativo pro pop… o que é ótimo!

VEJA TAMBÉM:  Finalmente! Com conceito, mistério e aclamação, Mel fará estreia solo

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).