“Se eu tivesse que resumir o que fiz musicalmente nos últimos anos sairia algo como: peguei a viola caipira que meus avôs tocavam e que herdei como “instrumento de alma” para colocá-la no meu contexto. E, a partir do ano passado, usando minha própria voz, usando timbres mais eletrônicos e falando sobre temas universais sob o ponto de vista gay”.

Foi assim que o mineiro Bemti lançou no dia 3 de agosto, o primeiro disco solo da carreira, intitulado “era dois”- em minúsculo – que chega às plataformas digitais com dez faixas autorais, três delas já conhecidas pelo público que acompanha o artista. Entre elas, “A Gente Combina”, disponível desde abril e “Gostar de Quem”, que foi o primeiro single do álbum, faixa lançada no primeiro semestre do ano, que chegou acompanhada de clipe.

“O primeiro tijolo do disco surgiu no estúdio Casa do Chá, em Goiânia, onde gravei “Gostar de Quem”, durante o Festival Bananada do ano passado (2017). Quando ouvi a primeira mix dessa música o conceito sonoro do disco já estava claro: a viola caipira misturada com vários layers de synths e a minha voz sendo pela primeira vez a voz protagonista de uma música”, conta.

No último dia 26, o artista lançou o segundo single, a canção “Tango”, que traz a participação do pernambucano Johnny Hooker, também com clipe. A faixa, em quatro dias, alcançou nove mil plays, foi favoritada mais de 800 vezes e entrou nas playlists “Novo Som”, do Spotify; “Melhor da Semana” e “Future Hits”, da Apple Music e “Novidades da Semana”, da Deezer.

O disco ainda traz mais duas participações especiais: Natália Noronha (Plutão já foi planeta), em “Às vezes Eu Me Esqueço de Você” e Tuyo, em “Outro”; além de um coro gravado entre Belém e Cuiabá por Marisa Brito e Edvaldo Oliveira.

“Em São Paulo, tudo foi gravado entre o Traquitana, estúdio do Bixiga 70, e o estúdio Flap. Grandes vozes de todas as regiões do Brasil unidas num disco pop fundamentado na viola caipira e que a partir daí viaja pra mil climas e sensações”, completa.

O disco já está disponível em todas as plataformas digitais.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).