Precursor do “Pocnejo”, o filho do cantor sertanejo Solimões, Gabeu, resolveu falar sobre suas influências musicais, durante entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

De acordo com o cantor, que lançou recentemente um clipe intituado “Amor Rural”, seu gosto musical sempre foi diferente da maioria dos gays. “Enquanto a diva dos gays era a Madonna, a minha era a Shania Twain”, contou.

Ele ainda complementou falando sobre ser gay e crescer no interior. “Em todo o interior, o sertanejo é forte. E tem muito gay e sapatão. Essas pessoas crescem ouvindo um gênero no qual não se sentem representadas. Outras músicas são muito mais inclusivas”, explicou.

Para encerrar, ele falou sobre qual mensagem deseja passar por meio da sua música. “Acho possível misturar referências e chegar a algo novo. Antes, preciso firmar esse conceito: o sertanejo raiz com letras sobre eu ser gay. Atingi o público que eu queria, levei o sertanejo para a comunidade LGBTQ. Sou um cantor de sertanejo, mas que fala com esse público”, finalizou