Durante o Carnatal que aconteceu no último domingo (15) em Natal (RN), a cantora Ivete Sangalo não esperava a multidão de presentes em seu show gritando em coro o grito popular mais falado no último carnaval: “Ei, Bolsonaro vai tomar no c*”.

Manifestações populares contra o presidente Bolsonaro tem sido uma constante em grandes eventos como Carnaval, Rock In Rio ou shows de artistas como já aconteceu com Alcione, Alok, dentre muitos outros.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O que poucos esperavam era que Ivete se manifestasse, uma vez que desde as eleições a diva baiana tem se mantido extremamente discreta quanto a qualquer posicionamento político. Isso fez inclusive ela ser cobrada por boa parte do público quanto a isso na Internet desde então…

“Lindo de ver”, respondeu Ivete ao ver a multidão gritando “Ei Bolsonaro vai tomar no c*”.

VEJA TAMBÉM:  Pela segunda edição seguida, Anitta será atração do Rock in Rio Lisboa

As redes sociais se encheram de vídeos de presentes que gravaram o momento. Veja alguns abaixo:

Na época das eleições, a cantora Anitta acabou se posicionando tarde após ser cobrada publicamente em um desafio por Daniela Mercury. Anitta por sua vez passou a bola pra Ivete e Claudia Leitte que jamais responderam o convite.

VEJA TAMBÉM:  Ivete Sangalo confirma feat com Pabllo Vittar: “Quem vai fazer ‘Yukê’ agora sou eu”

A cobrança do público LGBT em relação às divas gays se dá principalmente porque, quem levanta a bandeira LGBT, que é um movimento político e por igualdade de direitos acima de tudo, não tem como apoiar um presidente que sempre foi homofóbico, já proferiu absurdos discriminatórios em seus discursos (“gay ninguém gosta, só tolera”, “prefiro filho morto do que gay”, “sangue de gay não presta” e “se eu ver 2 homossexuais na rua de mãos dadas vou bater!” foram apenas algumas das frases) e contra essa população. Questão de coerência, né?

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).