Miley Cyrus revelou a arte, o título e a data de lançamento de seu tão aguardado sétimo álbum. Plastic Hearts, a primeira coleção completa da estrela desde 2017, Younger Now, estará disponível em 27 de novembro.

Em uma longa postagem no Instagram, Cyrus explicou o processo por trás do álbum e como suas experiências nos últimos anos influenciaram sua direção. “Se você está lendo isso, saiba que eu amo e aprecio vocês no fundo do coração”, disse ela aos fãs.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Comecei este álbum há mais de 2 anos. Pensei que tivesse tudo planejado. Não apenas o disco com suas músicas e sons, mas toda a porra da minha vida. Mas ninguém controla um ego. Bem, quando eu pensei que o corpo da obra estava concluído, foi tudo apagado. Incluindo grande parte da relevância das músicas. Porque TUDO mudou”, explica Miley Cyrus.

View this post on Instagram

If you’re reading this… know that I fucking love and appreciate you on the deepest level. I began this album over 2 years ago. Thought I had it all figured out. Not just the record with its songs and sounds but my whole fucking life. But no one checks an ego like life itself. Just when I thought the body of work was finished… it was ALL erased. Including most of the musics relevance. Because EVERYTHING had changed. Nature did what I now see as a favor and destroyed what I couldn’t let go of for myself. I lost my house in a fire but found myself in its ashes. Luckily my collaborators still had most of the music that was burned up in journals and computers filled with songs for the EP series I was working on at the time. But it never felt right to release my “story” (each record being a continual autobiography) with a huge chapter missing. If it were a chapter in my book I guess I would call it “The Beginning” which usually when something is over we call it “The End”. But it was far from that. In triumph and gratitude I present to you my 7th studio record, Plastic Hearts. To be released Nov. 27th 2020. XXMC Pre Order in Bio. Photograph by: @therealmickrock

A post shared by Miley Cyrus (@mileycyrus) on

Segundo o Gay Times, a estrela disse que a perda de sua casa nos incêndios florestais da Califórnia foi um “favor” porque “destruiu o que eu não pude deixar para mim”, acrescentando: “Perdi minha casa em um incêndio, mas me vi em suas cinzas”,

“Felizmente, meus colaboradores ainda tinham a maior parte das músicas que e computadores cheios de músicas para a série de EP em que eu estava trabalhando na época”, ela continuou.

“Se fosse um capítulo do meu livro, acho que o chamaria de “O começo”, que normalmente, quando algo acaba, chamamos de “O fim”. Mas estava longe disso. Em triunfo e gratidão, apresento a vocês meu sétimo disco de estúdio, Plastic Hearts”.

Miley Cyrus já está em primeiro na Europa

O álbum incluirá o banger aclamado pela crítica de Cyrus, Midnight Sky, que até agora alcançou o primeiro lugar na Escócia e entre os 10 primeiros em países como Irlanda, Itália e Reino Unido.

Plastic Hearts também incluirá colaborações com Dua Lipa e Billy Idol. “Vocês acham que estou brincando, como Britney e Nine Inch Nails, mas não estou, tenho Billy Idol e Dua Lipa no mesmo álbum”, disse ela à rádio The Edge depois de admitir que uma das novas canções soa como “Britney e Trent [Reznor] tiveram uma música juntos”.