Em uma aparição no Savannah College of Art and Design Film Festival nas últimas semanas, o protagonista do filme, Armie Hammer, confirmou que o filme Me Chame Pelo Seu Nome terá uma sequência, e que o diretor Luca Guadagino já sabe como será.

“Luca falou comigo do filme: como vai começar, pra onde vai, onde termina, os personagens e tudo mais que deve acontecer”, disse o intérprete do personagem Oliver à Vulture.

A primeira novidade é que a seqüência não começa onde o filme parou. “Cronologicamente há um gap entre os dois filmes, a história do segundo não acontece logo após.


Assista também:


Ele ainda disse que talvez demore um pouco para a continuação sair, já que seria ideal que os dois protagonistas envelhecessem um tanto, de acordo com a Vulture.

Me Chame Pelo Seu Nome mostra a história de amor entre o garoto Elio (thimothée Chalet) e Oliver (Armie Hammer), um estudante italiano que vem passar uns tempos na casa da família do jovem no verão de 1983. O filme foi sucesso de crítica e bilheteria.

No início do ano, o outro protagonista do filme, Thimothée Chalamet, confirmou que ele e Armie toparam dar sequência ao filme aclamado. Falando à Time Magazine, ele afirmou: “Não vejo como não acontecer essa sequência!”.

E continuou: “Acho que André (Aciman, o autor da história) está tranquilo quanto a fazermos uma sequência de sua história. Luca (diretor) também quer e eu e Armie estamos mil porcento dentro!”, contou o rapaz.

Sobre a continuação, ele confirmou a hisória de Armie: “Será uma seqüência que se passará uns anos depois em um reencontro deles”.

Falando ao Gay Times em Outubro do ano passado, Luca já tinha dado a entender que o filme teria uma sequência: “Podemos contar muitas outras histórias destes personagens ainda. Estou trabalhando na continuação com André Aciman. Deveria ser algo que aconteceria entre os dois cinco ou seis anos depois. Será um novo filme em um novo tom do primeiro.”

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).