Os fãs de Mass Effect estão fazendo uma petição para que a Bioware inclua mais romances LGBT+ em sua trilogia remasterizada Mass Effect: Legendary Edition. A série de jogos de ficção científica é bem conhecida por suas opções de romance, mas até o terceiro jogo da trilogia, romances do mesmo sexo foram incluídos na íntegra.

No entanto, recentemente uma entrevista com o escritor Brian Kindregan em The Gamer, ele revela que os romances deveriam ser incluídos, mas os desenvolvedores temiam perturbar os meios de comunicação conservadores.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Por exemplo, em Mass Effect 2, o personagem Jack foi originalmente escrito para ser pansexual, mas mais tarde foi alterado para uma opção de romance apenas para homens. Isso aconteceu depois que a Fox News falsamente publicou que os romances do primeiro jogo teriam nudez total.

VEJA TAMBÉM:  Life is Strange: True Colors é anunciado; jogo sai em setembro

Jacob também pretendia ter um romance gay, conforme confirmado pelo animador do jogo Jonathan Cooper, mas foi dito que “a América não está pronta para isso”. Ativistas anti-LGBT+ também direcionaram o jogo para permitir que jogadores de ambos os sexos namorassem a personagem Asari de um único gênero, Liara T’Soni.

Mass Effect ganha remasterização, mas sem romance lgbt

Agora, a Bioware está lançando uma remasterização da trilogia original intitulada Mass Effect: Legendary Edition. Junto com os visuais aprimorados para os consoles mais recentes, eles estão fazendo uma série de ajustes na jogabilidade para suavizar a experiência.

Uma petição de fãs está pedindo à Bioware para restabelecer os romances LGBT+ originalmente excluídos dos jogos como parte da versão remasterizada: “A crescente empolgação com os rumores da Legendary Edition transformou-se em alegria com seu anúncio e depois desânimo quando ficou claro que não haveria atualização ou melhoria nas opções de romance entre pessoas do mesmo sexo”, diz a petição.

VEJA TAMBÉM:  Nova invenção da Sony sugere gamer a usar banana como controle

Há precedência para a Bioware corrigir seus jogos. O final de Mass Effect 3 foi estendido após uma reação dos fãs, enquanto um romance extra do mesmo sexo entre Jaal e Scott Ryder foi adicionado a Mass Effect: Andromeda (o mais recente da série) após seu lançamento.

“Esperamos que a BioWare e a EA considerem seriamente a abordagem dessas preocupações em seu esforço para renovar o interesse no universo de Mass Effect”, diz a petição publicada no Pink News. “Reconhecemos que esses jogos ajudaram a tornar os avanços na representação LGBTQIA+ mais fáceis, e agora estamos pedindo aos estúdios que façam melhor como uma demonstração de boa fé em antecipação de projetos futuros.”