Foi revelado que o filme da Marvel Studios dirigido por Chloe Zhao, Os Eternos, deverá trazer o primeiro personagem gay da franquia.

Na premiere de Capitã Marvel, a Variety perguntou à produtora da obra, Victoria Alonso, sobre a chance de se introduzir um herói gay no grupo, ao que ela respondeu afirmativamente: “O mundo está pronto”.

Victoria Alonso ainda afirmou que, quanto à diversidade, o estúdio está ciente da ideia de se abordar o assunto nas histórias: “Por que não estaríamos? Por que não estaríamos? Eu sou tão apaixonada por isso que tenho que te contar. Todo o nosso sucesso é baseado em pessoas que são incrivelmente diferentes. Por que não nós? Por que só iríamos querer ser reconhecidos por apenas um tipo de pessoa? Nosso público é global, é diversificado, é inclusivo. Se não fizermos isso por eles, falharemos. Se não colocarmos o pé no acelerador sobre a diversidade e inclusão, não teremos sucesso contínuo. Nossa determinação é ter isso para todas as pessoas que estão assistindo nossos filmes.”

Quanto à identidade do personagem, ainda é mantida em segredo. Ao Comic Book News, foi dito apenas: “A identidade do personagem gay de Os Eternos é segredo ainda, mas sabemos que o personagem deve ter um papel importante no filme assim como os outros protagonistas como Sersi, Ikaris e Piper.

Já a procura do ator para o papel está sendo feita. Escaladores de elenco buscam alguém entre 30-49 anos que fisicamente se enquadre no perfil de super-heroi e preferencialmente seja LGBT, para dar visibilidade não só na frente mas por trás das câmeras a questão.


Assista também:


Os Eternos surgiram em 1976. Se trata de uma raça de super-humanos que surge como uma evolução da vida na Terra, destinados pelos Celestiais (que seriam os criadores da vida na Terra) a defenderem o planeta dos destrutivos Deviantes.

O filme, atualmente em produção, ainda segue sem data de estreia.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).