Na semana passada a Marvel Comics divulgou o trailer da volta da HQ dos Novos Guerreiros, com uma nova formação de heróis. Entre os membros, vemos as primeiras imagens de Snowflake, primeira heroína/herói de gênero fluído da editora. A personagem é irmã gêmea de Safespace, outro integrante do grupo.

Snowflake tem a habilidade da criocinese, ou seja, a manipulação do gelo, e é capaz de criar e arremessar grandes armas como shurikens de gelo. Já Safespace tem um poder mais defensivo, podendo projetar campos de força, mas nunca pode usá-los para proteger a si mesmo, somente aos outros. O co-criador da HQ, Daniel Kibblesmith, explica que a ideia é que o poder de ambos se complementam, combinado poder ofensivo e defensivo em cada um dos irmãos.

Kibblesmith também afirma que os nomes escolhidos pelos heróis são apelidos pejorativos muito utilizados na internet que os irmãos querem ressignificar como forma de resistência e orgulho.

No entanto, a repercussão do trailer da HQ não foi das melhores e parece não ter agradado alguns leitores da editora. No Reddit, as principais críticas foram ao design e as motivações dos heróis, como por exemplo a apropriação dos apelidos pejorativos ter sido considerada óbvia e preguiçosa. O maior receio dos fãs é de que Snowflake se mova apenas pelo gênero fluído e não tenha uma história ampla e complexa, como outros heróis.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A arte de Luciano Vecchio também não rendeu bons comentários, considerada simples, com a única característica da fluidez de gênero de Snowflake ser seu cabelo curto e o uniforme azul, enquanto que Safespace usa um uniforme idêntico rosa, o que deixou os fãs preocupados para que a/o personagem não seja clichê e estereotipado.

No entanto, é excelente ver mais uma iniciativa da Marvel Comics em promover a visibilidade de minorias sociais nas histórias. Em breve veremos o desdobramento da narrativa e esperamos que Snowflake ganhe destaque, assim como todos os outros LGBTI+ das histórias em quadrinhos.