Marlene Mattos, ex-diretora de televisão conhecida por sua longa temporada na Globo agenciando a carreira de ninguém menos que Xuxa, recorreu à 42ª DP do Rio para registrar ocorrência contra a apresentadora por motivos de calúnia. Segundo O Globo, Marlene cita a entrevista concedida por Xuxa à Veja, em 27 de janeiro, onde a apresentadora diz ter sido “roubada, enganada, usada e manipulada”.

“Descreve-se neste momento trecho da entrevista onde resta claro o crime cometido pela Autora. O entrevistador faz a seguinte pergunta. ‘Antes de assumir o controle de sua carreira e negócios levou muitos golpes?’ resposta, ‘Olha, eu poderia ser duas ou três vezes mais rica”, consta a dinâmica do fato.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O relatório diz ainda “Fui tudo o que as pessoas imaginam: enganada, usada, manipulada, roubada. Quando falo disso, vem logo a imagem da Marlene, mas não foi só ela. Insisto em dizer que confiei demais em todas as pessoas próximas a mim. Fui passada para trás por coreógrafo, maquiador, fotógrafo. Digo sem vergonha que fui inocente, boba, burra mesmo”.

VEJA TAMBÉM:  Xuxa é capa da Marie Claire de março em homenagem ao dia da internacional da mulher

A empresária Marlene Mattos trabalhou com a Rainha dos Baixinhos por ininterruptos 12 anos e ainda na Rede Globo, Marlene deixou a cerreira de Xuxa que ganhara um programa não mais de crianças. O registro feito por Marlene Mattos aconteceu dias depois que Xuxa concedeu a entrevista, em 29 de janeiro. O caso, porém, só foi encaminhado ao TJ do Rio somente no final de março, quando passou a tramitar na 9º Juizado Especial Criminal.