Marcella Rica e Vitória Strada, ambas atrizes, integram o único casal LGBT indicado a melhor casal do ano no Prêmio Contigo! 2020.

O ano das bonitas foi marcado por muitas fotos fofas juntas, e inúmeras declarações de amor. Realmente, a indicação é mais que merecida, né?

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Marcella Rica e a sua namorada Vitória Strada (Reprodução: Instagram)
Marcella Rica e a sua namorada Vitória Strada (Reprodução: Instagram)

O namoro veio a público em dezembro de 2019 pelo jornal O Dia publicou, que foi confirmado por elas, logo em seguida.

O casal disputa o voto do público com os pares formados por Caio Castro e Grazi Massafera, Cintia Dicker e Pedro Scooby, Virginia Fonseca e Zé Felipe, e os polêmicos Luisa Sonza e Vitão

Alguns outros famosos da comunidade LGBTQ foram indicados em outras categorias. Bianca Andrade de Carlinhos Maia (melhor influencer), Ludmilla (melhor cantora), Anitta (melhor cantora, música e tiktoker do ano), Pabllo Vittar (categoria musical) e Igor Cosso (Revelação em Televisão).

Confira a lista completa aqui

VEJA TAMBÉM:  Grupo conservador boicota boneca que vem com tias lésbicas

“Tive medo das consequências”, revela Marcella Rica sobre assumir namoro com atriz

Como já publicado no Põe na Roda, em entrevista à Revista Quem, a atriz Marcella Rica falou sobre o processo de sair do armário e assumir o namoro com a também atriz Vitória Strada, protagonista de “Salve-se Quem Puder”, novela que foi interrompida pela pandemia.

A artista revelou que por muito tempo teve medo de assumir as relações que mantinha publicamente. “Tornar público meu relacionamento com a Vitória foi e é uma mudança muito importante e especial. Nunca quis estar nos padrões, mas já tive medo das consequências que sofreria por estar fora deles e por isso já me escondi. Já me escondi, escondi amores e já fui escondida, o que, sem dúvida, não é algo feliz”, relatou

Marcella acrescentou que “Apaga o brilho, te faz querer viver ‘na sombra’, sem chamar muita atenção, como se você estivesse fazendo algo errado só por sentir, mesmo quando sabe que não está. O amor é o sentimento mais poderoso e bonito do mundo. E não cabe mesmo dentro de nenhum padrão. Logo, eles não deveriam existir”.

Avatar
Carioca, antenado e intenso. Redator do Põe na Roda e Produtor Digital da Rádio Rio de Janeiro. Amante das artes, desde as cênicas até a fotografia. Taurino com 21 anos, apreciador raiz da cultura pop e um jornalista em construção.