Matheus Ribeiro fez história ao ser o primeiro jornalista assumidamente gay que apresentou o telejornal mais importante do Brasil, o Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão. No entanto, nem tudo são flores quando o assunto é fama.

Nesta semana, a mãe do jornalista, dona Katia Cilene, teve que responder um comentário intolerante sobre o filho nas redes sociais. Orgulhosa, em seu perfil do Facebook, ela atualizou uma foto de capa em que aparece Matheus à frente da bancada do jornal. Logo após a publicação, uma internauta questionou: “Você não liga de ele ser gay? Você é evangélica?”, ironizou.

Sem rodeios, dona Katia rebateu: “Olha, eu aceitei sua amizade aqui e nunca perguntei se você é ou deixa de ser alguma coisa. Acha mesmo que eu me sentiria ofendida com a sexualidade do meu filho, diante de todo o orgulho que ele sempre me deu?”, começou.

Sobre sua religião, ela disse: “As nossas relações com Deus são pessoais, cada um tem a sua. Portanto, eu posso orar pelos meus filhos e pedir as bençãos de Deus na vida deles, mas não posso julgá-los, muito menos condená-los”, explicou.

Por fim, a mãe do apresentador reforçou sobre o caráter dos filhos. “[Meus filhos] são homens de bem, honestos, trabalhadores, nunca prejudicaram ninguém, portanto, a sexualidade deles é íntima, e não me sinto no direito de apontar o dedo e ser preconceituosa e cruel”, encerrou dona Katia, que recebeu muito apoio de outros internautas na web.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA: