Nas eleições passadas, a cantora Anitta acabou tendo sua imagem prejudicada com boa parte do público LGBT pela demora na adesão à campanha #EleNao, que pedia o voto em qualquer um dos mais de dez candidatos à presidência da república, menos no então candidato assumidamente homofóbico Jair Bolsonaro, que inclusive já prometeu que “gays não teriam sossego em seu governo”.

A cobrança não era em vão. O público LGBT sempre foi o mais fiel à Anitta e a consagrou, fora coroações como madrinha de Paradas LGBTs pelo Brasil, que conferiram à cantora o rótulo de diva LGBT.

Agora foi revelado, segundo o jornalista Léo Dias, que a demora da cantora em entrar na campanha #EleNao foi por conta de um retiro espiritual que ela fazia na época das eleições.

Segundo Leo, logo que a bomba do #EleNao explodiu, Anitta, que é praticante do Candomblé, estava em uma semana afastada em um retiro afim de lidar com questões pessoais que enfrentava, como o fim do casamento com o ex Thiago Magalhães e o fim do rolo judicial com sua ex-empresária.

“Ela estava deitada para o santo e não sabia que seus fãs pediam que ela entrasse no movimento #EleNao. Durante a semana, as únicas postagens realizadas em suas redes sociais foram campanhas publicitárias já agendadas por seus empresários”, explicou Léo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Foi quando Anitta voltou de lá que se deu conta da cobrança do público. Era tarde e seu nome já era associado ao dito Pink Money, que é uma expressão usada pra se referir a artistas que querem o dinheiro dos LGBTs, mas pouco se importam com a sua luta, existência, direitos e dignidade de fato.

Ainda assim, a cantora lançou um vídeo em seu Instagram após ser convidada publicamente por Daniela Mercury a fazer parte do movimento #EleNao. Anitta não apenas aderiu como também convidou Claudia Leitte, Preta Gil e Ivete Sangalo a entrarem na campanha.

Claudia e Ivete por sua vez jamais responderam o convite e nunca se posicionaram politicamente. A falta de atitude gera cobranças até hoje por boa parte do público LGBT, que não entende vê-las de maiô de arco-íris ou ostentando bandeira LGBT fazendo discurso pró-diversidade em show, mas não se posicionarem quando são os direitos e dignidade desta população que estão realmente em jogo.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).