Após 20 anos tentando a redesignação de sua identidade, Léo Áquilla finalmente poderá ser reconhecida como mulher. No programa em que é apresentadora, A Tarde é Sua, junto de sua amiga Sônia Abraão, desta quarta-feira (14), a jornalista de 50 anos se emocionou ao apresentar sua nova certidão de nascimento.

“Hoje eu sou oficialmente Leonora Mendes de Melo. Foi muito difícil chegar aqui e quero agradecer a minha família. Chega de passar constrangimento”, disse Léo Aquilla, parabenizando toda a classe LGBT pelo apoio (a qual ela já criticou duramente chamando de hipócrita)

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em seguida, a Léo Áquilla conta que foram “20 anos de luta e sofrimento” e ressaltou que nunca deixará de ser grata ao Jadson Mendes de Lima, nome dado por seus pais. Ela relata que durante o processo, foi ludibriada por advogados charlatões que a enganaram por muito tempo até que conseguisse em definitivo o documento.

Léo Áquilla reconhece que a transição é um direito

“Um dia eu fui o Jadson, mas eu não me identificava assim. Não vou ser ingrata, mas é um direito nosso escolher aqui o que nós escolhemos ser. Esse passado vai ficar para trás, porque a partir desse momento está nascendo uma nova mulher”, falou Léo Áquilla, rasgando a sua antiga certidão de nascimento.

Ao final, a jornalista da Rede TV desabafou: “Ainda que o mundo diga ‘você nunca será mulher’, o importante é o que eu sou e o que é a minha luta”.