A lendária queen Laranja Estranja – que fez a sexta temporada de RuPaul – falou recentemente sobre ativismo e suas batalhas por sua saúde mental em uma entrevista com o Gay Star News.

Quando questionado sobre um possível retorno ao programa, Laganja admitiu: “É uma pergunta que me fazem todos os anos depois de fazer o show. Minha resposta sempre foi não. Eu serei bem sincera. Foi bastante traumático”.

No entanto, houve um ano em que Laranja concordou em comparecer, mas acabou sendo rejeitada. “Eu estava em avaliação psiquiátrica”, explicou ela. “Estou tentando ser criativa com a maneira como explico isso… Resumindo, não fui aprovada naquele ano.”

E continuou: “Me recusei a dar a eles mais informações que exigiam porque era meu direito fazê-lo”.

Laganja então revelou que foi recusada para a temporada em que sua melhor amiga e colega da temporada 6, Gia Gunn, apareceu. Foi em All Stars 4, que estreou no final do ano passado.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Poderia ter sido na temporada anterior, porque eles poderiam ter nos chamado juntas e ela foi rejeitada”, ela continuou. 

“Mas eles me perguntam todo ano. Eu estava tipo ‘Vou topar porque Gia está lá. Podemos fazer isso juntas.’”, revelou.

Fãs chegaram a fazer campanha para que a Drag aparecesse no All Stars desde a sua temporada na sexta temporada. 

Embora Laganja tenha ficado apenas em oitavo em sua temporada, ela se tornou uma das competidoras mais icônicas da história de Drag Race.

Veja os melhores momentos de Laganja na sexta temporada de Drag Race abaixo:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).