Durante o especial de beleza da Vogue, Sam Smith revelou que um dos motivos de ter se assumido não-binário foi simplesmente Lady Gaga! Sam disse que as músicas da cantora serviram como uma forma de proteção contra comentários maldosos. Lady Gaga provando mais uma vez ser um dos anjos da guarda da comunidade LGBTQI+.

Sam Smith para Vogue Make-up routine
reprodução: Youtube / Vogue

“Eu tinha 15 anos quando o The Fame foi lançado então viciei em Lady Gaga”, declarou hitmaker. Durante o tutorial de maquiagem, Smith reforçou em como a maquiagem se tornou importante para sua expressão de gênero. “Quando eu tinha 15 anos comecei a questionar meu gênero e procurar maneiras de me expressar”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Sam Smith conta apoio que recebeu de amigos ao se assumir

Sam contou com o apoio de muitos amigos que lhe ajudaram a enxergar que maquiagem era pra qualquer pessoa que quisesse. A estrela do pop ainda acrescentou que se sentia perdido, mas que ter se assumido lhe ajudou a reconquistar a paixão por maquiagem e que alguns problemas que já teve com seu corpo ajudaram a entender sua identidade, relatou o Pink News.

VEJA TAMBÉM:  Sam Smith busca por homem mais velho em site de namoro exclusivo pra celebridades

Confira o vídeo do especial Vogue Make-up Routine abaixo: