A estrela da série House e da animação Steven Universe (onde faz a voz original da personagem Crystal Gem Ruby), Charlyne Yi, está acusando o ator James Franco de ser “um assediador sexual que a subornou a propôs suborno na tentativa de que ela não falasse mais nada sobre o assunto”. Ela também acusa o ator Seth Rogan de permitir seu comportamento.

Yi alegou que tentou quebrar seu contrato e desistir de participar do filme de James Franco de 2017, The Disaster Artist, no qual ela interpretou Safoya: “Eles tentaram me subornar a não falar nada e me dariam um papel maior como atriz”, escreveu ela.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Cena de The Disaster Artist, onde Charlyne atua com James Franco. (Foto: Reprodução / The Disaster Artist)
Cena de The Disaster Artist, onde Charlyne atua com James Franco. (Foto: Reprodução / The Disaster Artist)

“Eu chorei e disse a eles que isso era exatamente o oposto do que eu queria, que não me sentia segura trabalhando com um abusador sexual de merda”.

“Eles minimizaram e disseram que James Franco ser um abusador era algo do passado e que ele havia mudado… isso enquanto eu literalmente ouvi falar histórias dele abusando de outras mulheres naquela mesma semana.”

VEJA TAMBÉM:  Filme com James Franco e Zachary Quinto é um dos 16 dos melhores filmes LGBT disponíveis na Netflix; confira a lista

Yi também acusou o ator Seth Rogen de permitir o assédio de James Franco: “Seth também fez um ensaio do Saturday Night Live com James Franco passasse o pano em tudo, permitindo que Franco assediasse até crianças”, escreveu Yi.

“Franco tem uma longa história de abusar de crianças”, afirmou ela, dizendo em seguida que “leis corruptas protegem abusadores sexuais que são em suma homens brancos violentos”, em suas palavras.

Veja o post original de Charlyne no Instagram abaixo:

James Franco já enfrentou acusações de assédio sexual de cinco mulheres que frequentavam aulas em sua escola de atuação em 2008. Dois dos processos terminaram em acordo somente em fevereiro de 2021. Nem ele e nem Seth Rogan responderam as acusações até agora.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).