O ator e ativista transgênero Chaz Bono engrossou o coro contra a autora da saga Harry Potter, JK Rowling, e seus comentários transfóbicos.

Falando ao podcast “A Gay and a Nongay”, apresentado por James Barr e Dan Hudson, Bono falou de seu amor por Harry Potter, até mesmo revelando que ele tem uma série de tatuagens temáticas da saga.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Já sobre as afirmações insensíveis e transfóbicas a autora, ele disse:  “Quando a pessoa que escreve sua série favorita de livros sobre pessoas oprimidas decide começar a oprimir você, é muito estranho. Não faz sentido ”, disse Bono segundo informações do portal Queerty.

E continuou: “É difícil entender. É uma merda. Politicamente, é perigoso porque não acho que as pessoas percebam que ela está apenas regurgitando as mesmas coisas que as pessoas estão dizendo sobre nós, que foram desmascaradas por 30 anos. Tudo isso volta à tona e com zilhões de seguidores no Twitter sendo influenciados.”

VEJA TAMBÉM:  Comunidade trans faz uma "bela surpresa" para o aniversário de J.K. Rowling

Rowling tem sido criticada por uma série de comentários anti-transgêneros no Twitter, bem como uma carta-aberta publicada. Para Bono, as palavras de Rowling demonstram uma diferença fundamental entre as forças anti-trans no Reino Unido e a transfobia nos Estados Unidos.

“Temos problemas diferentes”, reconheceu Bono. “Nossos adversários vêm em um combo que entendemos bem: a direita religiosa. É onde sempre pega para as pessoas LGBT. Conhecemos e entendemos nosso oponente. Ainda estou tentando entender essa ideia de feministas brancas privilegiadas que acham que de alguma forma as mulheres transgêneros são uma ameaça aos seus direitos, à sua existência ou a qualquer insanidade que estejam dizendo. ”

“Você apenas tem que continuar tentando lutar contra isso e fazer as pessoas contarem suas histórias para que as pessoas possam entender qual é a realidade”, ele continuou.

VEJA TAMBÉM:  Ao devolver prêmio por transfobia, JK Rowling se defende de acusações de transfobia sendo transfóbica novamente

“Eles estão tentando resolver um problema que não existe, essa ideia de espaços femininos. Eles estão olhando para mulheres transexuais como se fossem homens. Eles estão olhando para os homens trans como se fossem mulheres. Não somos. Eu sou um homem. Mulheres transgênero são mulheres. Olhe para eles dessa maneira. Ouça nossas histórias. Conheça-nos. Qualquer pessoa que estiver perto de mim por dois segundos saberá que sou um homem.”

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).