Um homem fez um protesto anti-LGBTQ na frente da arena onde a cantora Ariana Grande fez mais uma apresentação da Sweetener World Tour, na cidade de Atlanta, nos Estados Unidos. Ele estava sozinho, segurando uma placa com dizeres “Pride” e um símbolo de negação, sobre um fundo colorido.

Na ocasião, fãs da cantora, que estavam presentes no local, tentaram conversar com o rapaz, que segurava um microfone e tentava intimidar as meninas com questionamentos LGBTfóbicos e religiosos.

Após a circulação dos vídeos nas redes sociais, Ariana Grande se pronunciou e disse ter ficado “entristecida, mas não surpresa”.

“Entristecida, mas não surpresa. Desculpas por qualquer um dos meus fãs teve que ver isso. Nós faremos o nosso melhor para garantir que isso não aconteça de novo. Orgulhosa de vocês todos por não brigarem/usando de violência. Nunca vale a pena. Desejando a ele paz e um coração curado porque, garota, que nojo”, escreveu a cantora em seu perfil oficial no Twitter.

Logo em seguida, Ariana ainda demonstrou apoio aos seus fãs LGBTQs. “Ele está altamente em desvantagem numérica. Vocês são todos tão celebrados e amados e seguros”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Vale ressaltar que a Ariana Grande é uma das divas pop super engajadas com a comunidade e que está sempre se posicionando contra a LGBTfobia.