A nova série criada por Ryan Murphy para a Netflix, Hollywood, está fazendo o maior sucesso e não à toa. Nada mais atrevido e irônico do que uma empresa (Netflix) conhecida por perturbar a indústria cinematográfica tradicional, lançando uma série sobre um grupo de pessoas que questiona e revela os bastidores e podres da história da indústria cinematográfica tradicional.

A série segue a busca incessante pela fama e propõe uma drástica mudança (fantasiosa) da indústria durante a “Era de Ouro” de Hollywood, o período cinematográfico que se consolidou entre 1920 e 1960 e caracterizado pela monopolização de estúdios de cinema – de diretores, atores e escritores – onde inúmeros talentos foram contratados, filmados, criados, lançados… e prostituídos por uma oportunidade em seu punhado de estúdios. Quase tudo é realidade.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

E nada é mais polêmico em Hollywood que o posto de gasolina “Golden Tip”, uma empresa de fachada cuja origem da grana vem de frentistas bonitões que estão ali na realidade ganhando muito bem para realizarem programas e desejos dos clientes “do posto de gasolina” através da palavrinha mágica “Quero ir para a Terra da Fantasia”.

The 'Golden Tip' in 'Hollywood' Was Based on a Real Gas Station ...
O famoso posto de gasolina “Golden Tip”.

Este enredo cai como uma bomba na Hollywood real, que sabe-se, esconde muito sobre assédio, sexismo, racismo e abusos em uma indústria dominada por pessoas “atraentes” e onde a maioria não mede esforços para fazer parte ou estar no topo.

VEJA TAMBÉM:  "A experiência negra e gay nem sempre é contada", diz ator de Sex Education

Mas seria o “Golden Tip” real, afinal?

Segundo apurado pela Men’s Health, mais ou menos. Embora não exista nenhum estabelecimento com este nome historicamente, havia sim de fato um posto de gasolina cujo dono era o “Richfield” no Hollywood Boulevard. E a maior parte do serviço que não se limitava a abastecer carros (se é que você entende!) acontecia em um trailer estacionado na parte de trás. O responsável pela operação era o gerente Scotty Bowers.

True Story of Hollywood's Gas Station Brothel Run By Scotty Bowers
Na série, Ernie convida frentistas a mais do que abastecer carros.

Bowers abastecia os veículos em Richfield na década de 1940. Ele tinha mais de 20 anos, era um fuzileiro naval dispensado e atendeu famosos como Cary Grant, Spencer Tracy e Rock Hudson. Em outras palavras, Bowers fornecia um espaço seguro para muitos atores manterem sua homossexualidade no armário ao preço de U$ 20.

Bowers já contou ao New York Post que ele “trabalhou para Rock Hudson várias vezes ao preço de $ 20 dólares no posto de gasolina”. Tudo começou depois que ele foi convidado para ir até a casa do ator Walter Pidgeon depois de abastecer seu tanque (sem segundas intenções ou trocadilhos até aqui). Lá, Bowers e Pidgeon fizeram sexo e, em seguida, os “excelentes serviços” de Bowers se espalharam por Hollywood.

Hollywood' is revisionist fun | Toledo Blade
Frentistas do Golden Tip fazem a alegria da clientela feminina e masculina.

Logo, Bowers estava contratando outros ex-fuzileiros navais para prestar serviços do tipo. Bowers alega que prestou serviços a atores como Cary Grant, Laurence Olivier e Audrey Hepburn.

VEJA TAMBÉM:  “É uma honra interpretar a 1ª super-heroina lésbica negra da TV”, declara Nafessa Williams
O time de frentistas dispostos a realizarem fantasias dos clientes.

Bowers desapareceu durante a década de 1980, trabalhando como garçom em vez de traficante. Ele então começou a trabalhar como escritor e participou do documentário de 2017 “Scotty e a História Secreta de Hollywood”.

Hollywood' on Netflix: 9 real stories from the show - Los Angeles ...
Keremy Pope é Archie Coleman: o roteirista negro desempregado que fatura uma boa grana no Golden Tip.

Bowers morreu em outubro do ano passado aos 96 anos.

Scotty Bowers está na série Hollywood?

Bowers existe mais em espírito do que como personagem declarado na série Hollywood, onde o gerente de posto de gasolina bigodudo recebe o nome de “Ernie” e não “Scotty”. Na obra, ele é interpretado pelo ator Dylan McDermott.

Enquanto outros personagens da série compartilham os mesmos nomes de estrelas da vida real de Hollywood, o “fictício” Ernie se destaca, ainda mais na ficção / fantasia de Hollywood do que personagens como Rock Hudson (real, mas semi-fictício).

Hollywood': Dylan McDermott's Ernie is Based on Scotty Bowers ...
Ernie: dono do posto de gasolina ou cafetão?

O motivo é provavelmente o da liberdade criativa. Ernie atua como o canal para os sonhos de estrelato de muitos personagens ali. Ele próprio era uma versão mais antiga e menos bem-sucedida desses filhotes, que acabou criando o posto de gasolina vendo a “necessidade do serviço” que não era abastecer carros e se tornou sua galinha dos ovos de ouro.

VEJA TAMBÉM:  Pioneira em mostrar a vida de gays e de mulheres na 3ª idade, Grace & Frankie anuncia 7ª e última temporada

Desviar-se do “Bowers” real também permite que Hollywood interprete o que, até onde sabemos, ainda é apenas a história não confirmada de um homem de estrelato obsceno e que “empregava” (e pagava muito bem, diga-se de passagem) novos e potenciais bonitões que precisavam de um sustento enquanto tentavam a vida em Hollywood.

Certamente, a prostituição no posto de gasolina é provavelmente uma das coisas mais reais em Hollywood, ainda que a história oficial finja não saber.

Traduzido e adaptado do texto original da Men’s Health.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).