Harry Styles foi indicado na categoria “Melhor Artista Musical” do British LGBT Awards 2021, juntando-se a JoJo Siwa, Lil Nas X e Sam Smith, que também concorrem.

A cerimônia de premiação, que enaltece artistas LGBT+, aliados e ONGs de direitos LGBTs, acontece desde 2015 e este ano rola dia 27 de agosto.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Acontece que, no British LGBT Awards, fora da categoria “Aliados”, onde vemos artistas heterossexuais cisgêneros que apoiam em peso a luta LGBT, o British LGBT Awards costuma ter apenas artistas abertamente LGBTs nomeados em suas categorias… Significa? É o que a internet está discutindo agora!

A única categoria do British LGBT Awards que não traz artistas LGBTs é a categoria “Allies”, ou “Aliados”, onde famosos heterossexuais cisgêneros aliados da comunidade LGBT são reconhecidos por seu apoio e empenho na luta LGBT. E não foi nesta que Harry Styles apareceu…

Em sua lista de nomeados, o British LGBT Awards disse sobre Harry Styles: “Embora Harry Styles possa ter começado sua carreira no One Direction, ele disparou para outro nível de celebridade por meio de seu trabalho na indústria da moda e sua carreira musical solo.

VEJA TAMBÉM:  Harry Styles aparece nu em fotos do novo álbum; confira

“Sua abordagem sem remorso da moda fluida de gênero e suas referências frequentes à inclusão na indústria da música o marcaram como um ícone para as jovens gerações queer. Os estilos também se ramificaram na indústria cinematográfica. Seu papel mais recente será interpretar um policial gay no drama de época, My Policeman”.

Vale lembrar que, independente de sua orientação sexual – apenas cogitada e jamais definida oficialmente – o cantor tem sido já há muito tempo um grande defensor da comunidade LGBT.

Harry Styles em um dos muitos momentos em que mostrou ser aliado da comunidade LGBT. (Foto: Reprodução / Twitter)
Harry Styles em um dos muitos momentos em que mostrou ser aliado da comunidade LGBT. (Foto: Reprodução / Twitter)

Em entrevista ao The Guardian em 2019, o músico explicou: “Estou dando deixas de uma ambigüidade sexual para tentar chamar atenção? Não. Em termos de como eu quero me vestir, com quem vou trabalhar e como vai ser a capa do álbum, eu tendo a tomar decisões.”.

“Eu quero que as coisas pareçam de uma certa maneira, mas não porque isso me faz parecer gay, ou me faz parecer hétero, ou me faz parecer bissexual, mas porque eu acho que parece legal!”, disse.  continuou: “E mais do que isso, não sei, só acho que sexualidade é algo divertido. Honestamente? Não posso dizer que pensei nisso mais do que isso. “

VEJA TAMBÉM:  Celebridades defendem Harry Styles após polêmica capa da Vogue

Harry Styles acrescentou respondendo sobre uma possível saída do armário: “Não é como se eu estivesse esperando uma resposta ou me segurando pra fazer isso. Não é o caso de: eu não estou te contando porque não quero te contar. Não é: ‘Ooh, isso é meu e não é seu.’ É:‘ Quem se importa? ’Isso faz sentido? É apenas: ‘Quem se importa?’”, disse Harry Styles sobre sua sexualidade sem definí-la mais uma vez.

Os fãs, no entanto, ficaram entusiasmados com o fato de Harry Styles ter sido indicado como um artista LGBT+ em vez de um aliado, com um deles escrevendo no Twitter, dentre muitos outros comentários: “Harry Styles concorrendo para o British LGBT Awards, em uma categoria padrão e não de ‘aliado LGBT’ torna meu coração queer tão quente”, disse um dos muitos tweets comentando a indicação do cantor na premiação.

VEJA TAMBÉM:  Ator que fará casal gay com Harry Styles em My Policeman é definido

Outro afirmou: “Harry Styles está nomeado ao British LGBT Awards e não na categoria de celebridade aliada! Que orgulho!”. E outro internauta foi no mesmo raciocínio: “Não colocaram Harry Styles em categoria de Aliado LGBT e sim Celebridade LGBT?!? MEU DEUS!”

Veja abaixo mais alguns comentários sobre a indicação do cantor ao LGBT British Awards:

 

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).