Os anunciantes do Facebook podem dizer se você é gay pelas páginas que você gosta. E eles pensam que você provavelmente é gay, se você curte postagens e páginas da Lady Gaga, Harry Potter e Desperate Housewives por exemplo. E também podem descobrir suas crenças políticas e religiosas.


Assista também:


Um novo estudo divulgado pelo jornal Telegraph revelou que os anunciantes podem dizer se você é gay ou não pela páginas e postagens que você curte no Facebook. Isso pode ser feito mesmo quando os usuários intencionalmente negarem essas informações em seus perfis na rede social  Os pesquisadores da Columbia Business School, da Universidade do Nordeste de Boston e da Universidade de Nova York estão por trás do estudo e publicaram os resultados no jornal Big Data.

O estudo foi conduzido para decifrar como as “curtidas” podem ser usadas ​​para identificar “traços de personalidade”, chamado de “Cloaking System”. Essas características incluem orientação sexual, QI (Quociente de inteligência), se eles fumam ou bebem, crenças políticas e crenças religiosas. O estudo disse que, por exemplo,  quem curte páginas sobre Lady Gaga, sobre campanha de direitos humanos, a série de TV True Blood e Harry Potter aumentam as chances de o usuário ser gay. Outras páginas que poderiam dizer aos anunciantes que você é gay são da série Desperate Housewives ou da cantora Britney Spears.

Um estudo anterior disse que as postagens no Facebook  podem ser usadas para prever a sua orientação sexual com precisão de 88%. O dados revelados pelo ‘Cloaking’, dizem que uma média de 3.5 Likes (curtidas) são o suficiente  para o Facebook entender que um usuário é gay.

VEJA TAMBÉM:

 

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).