O segundo episódio da segunda temporada do desenho “Harley Quinn”, animação da DC Universe, reuniu Arlequina e outros vilões no shopping de Gotham para debaterem sobre como a cidade deveria ser administrada.

Quando a energia do local começa a falhar, os vilões decidem invadir a Universidade de Gotham, Riddle U – administrada pelo outro super inimigo do Homem Morcego, o Charada – e roubar qualquer forma de energia que tenha no local. No meio da situação, é revelado que o Clayface (Cara-de-Barro em português), um dos vilões clássicos do Batman, é LGBT+ e está apaixonado por um colega de curso, Chad.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Clayface tem o corpo coberto por argila e a habilidade de mudar de forma, podendo se transformar em homens e mulheres. Ao longo dos quadrinhos, o título de Clayface foi utilizado por vários vilões, em épocas diferentes. No episódio, Clayface assume a forma de uma jovem estudante chamada Stephanie. No meio da história, os companheiros do vilão percebem que ele já frequentava o local como Stephanie há algum tempo. Em um primeiro momento, os colegas de vilanice pensam que ele está lá para estudar Teatro, mas então percebem o fascínio dele por Chad.

VEJA TAMBÉM:  Alguns Ursinhos Carinhosos são trans, garante teoria

Logo o público descobre que Clayface está em um relacionamento com Chad, sob o pseudônimo de Stephanie. O vilão reclama que Chad quer rotular a relação. Clayface ainda menciona que “Stephanie” está de olho em outro garoto, Hunter, que é muito popular no campus.

Em outro momento do episódio, Clayface reclama novamente sobre ser a “quase namorada” de Chad e que tem até o fim de semana para definir o relacionamento deles. Chad quer oficializar o namoro, mas Stephanie não quer mais nada, o que não é surpresa, já que Clayface tem uma ficha criminal imensa.

No final do episódio, quando Clayface volta a forma original, ele diz estar feliz por finalmente estar “livre das pequenas coisas da vida no campus”, mas então percebe que está apaixonado por Chad.