O Festival Mix Brasil anunciou neste domingo (22/11) os vencedores de sua 28ª edição numa cerimônia virtual realizada no canal do YouTube do evento. “Valentina”, de Cássio Pereira dos Santos, foi premiado duplamente como Melhor Filme, tanto pelo júri quanto pelo público.

O filme, também estrelado pela atriz e youtuber Thiessita, ainda recebeu prêmios de Melhor Interpretação, vencido pela atriz Thiessa Woinbackk, e de Melhor Roteiro, escrito pelo diretor do filme. “Limiar”, de  Coraci Ruiz, levou o prêmio de melhor direção,  e “A Mordida”, de Pedro Neves Marques foi escolhido pelo júri como o melhor curta-metragem, e “Mães  do Derick”, de Dê Kelm, recebeu menção honrosa.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O Festival Mix Brasil premiou ainda outros trabalhos que estiveram nesta 28. Edição, entregando prêmios aos eleitos pelo público. Entre os filmes internacionais, o melhor Longa Internacional foi para “Pequena Garota” de Sébastien Lifshitz (França) e Melhor Curta Internacional ficou para “Cauda de Sereia”, de Alba Barbé i Serra (Espanha). Já o Melhor Curta Nacional eleito pelo público foi “Letícia, Monte Bonito, 04”, de Julia Regis.

VEJA TAMBÉM:  Festival de cinema vai exibir filmes LGBTs no Maranhão

Neste ano a parte teatral do Mix trouxe a primeira edição do Prêmio Dramática. Seis textos inéditos, selecionados a partir de um edital, concorreram ao prêmio. O  Coelho de Ouro (Prêmio do Júri)  ficou para “O Armário Normando” de Janaina Leite­ e o coelho de Prata Prata (Prêmio do Público) foi para “Rainha”, de Guilherme Gonzalez.

Assista ao trailer de Valentina:

Conheça todos os vencedores do Festival Mix Brasil 2020:

Coelho de Ouro – Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil

  • Melhor Curta-Metragem Brasileiro: A MORDIDA, de Pedro Neves Marques
  • Melhor Longa-Metragem Brasileiro: VALENTINA, de Cássio Pereira Dos Santos

INCENTIVO: O longa e o curta premiados com o Coelho de Ouro também receberão os prêmios DOTCINECTAV e MISTIKA de incentivo à realização de seus novos projetos audiovisuais através da parceria do Festival Mix Brasil com apoiadores da área cinematográfica.

VEJA TAMBÉM:  5 motivos pelos quais todo LGBT precisa assistir ao filme Rocketman

Coelho de Prata – Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para Curtas-metragens

  • Melhor Direção: Victor di Marco e Márcio Picoli, por O QUE PODE UM CORPO?
  • Melhor Roteiro: Matheus Farias e Enock Carvalho, por INABITÁVEL
  • Melhor Interpretação: Luciana Souza, por INABITÁVEL
  • Menção Honrosa: Castiel Vitorino Brasileiro, de INABITÁVEIS

Coelho de Prata – Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para Longas-metragens

  • Melhor Direção: Coraci Ruiz, por LIMIAR
  • Melhor Roteiro: Cássio Pereira Dos Santos, por VALENTINA
  • Melhor Interpretação: Thiessa Woinbackk, por VALENTINA
  • Menção Honrosa: MÃES DO DERICK, de Dê Kelm

Coelho de Prata – Prêmio do Público

  • Melhor Curta-Metragem Nacional: LETÍCIA, MONTE BONITO, 04, de Julia Regis
  • Melhor Curta-Metragem Internacional: CAUDA DE SEREIA, de Alba Barbé i Serra (Espanha)
  • Melhor Longa-Metragem Nacional: VALENTINA, de Cássio Pereira Dos Santos
  • Melhor Longa-Metragem Internacional: PEQUENA GAROTA, de Sébastien Lifshitz (França)
  • Prêmio Canal Brasil de Curtas: INABITÁVEIS, de Anderson Bardot
  • Prêmio SescTV: O QUE PODE UM CORPO?, de Victor di Marco e Márcio Picoli
  • Bolsa Ateliê Bucareste: Julia Leite, pela fotografia de LETÍCIA, MONTE BONITO, 04
VEJA TAMBÉM:  Rafiki: filme lésbico proibido no Quênia se torna 2ª maior bilheteria de todos os tempos

PRÊMIO DRAMÁTICA

• Coelho de Ouro – Prêmio Dramática – JúriO ARMÁRIO NORMANDO, de Janaina Leite

  • Menção HonrosaMINI-BIUs, BILs, BIOs, de Andreya Sá, Carlos Jordão
  • Coelho de Prata – Prêmio Dramática – PúblicoRAINHA, de Guilherme Gonzalez

PRÊMIOS ESPECIAIS

• Prêmio Ícone Mix: Marcia Pantera

  • Prêmio Mix Literário: CARTAS PARA LUÍSA, de Maria Freitas
  • Menção HonrosaPANACEIA, de Cecília Floresta
  • Prêmio Caio Fernando Abreu de LiteraturaALAGOAS AZUL, de Bruno Coelho
  • Prêmio Suzy Capó: Wallie Ruy, pela peça WONDER! VEM PRA BARRA PESADA
  • Prêmio Show do GongoLIPSYNC FOR YOUR LIFE, de Glauber Rodrigues

 Prêmio Ida Feldman: Roberto Polastri

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).